29 dez 2008 - 11h38

O ano de Galatto

O Atlético de hoje é Galatto e mais dez. Essa é uma espécie de senso-comum entre os torcedores atleticanos, que reconhecem o grande momento que o jogador atravessa vestindo a camisa número um do Furacão. E num ano em que os atleticanos mais comemoraram feitos extra-campo do que dentro das quatro linhas, o goleiro foi considerado o melhor atleta do clube na temporada, em enquete promovida pela Furacao.com.

Em 20 dias de pesquisa, mais de 11 mil internautas participaram da enquete. Para 53,6% dos participantes o goleiro Galatto foi o grande destaque da temporada, seguido pelo volante Alan Bahia, com 20,4% dos votos, e do volante colombiano Valencia, que teve 13,3% das indicações.

Confira um breve resumo da temporada dos três destaques do ano no time atleticano:

Galatto:
Contratado no início do ano junto ao Grêmio, Rodrigo José Galatto chegou ao Atlético e precisou encarar um período na reserva, devido à boa fase do titular Vinicius. Com tranqüilidade, ele aguardou a sua oportunidade e só estreou no clube no dia 14 de junho, na derrota por 1 a 0 para a Portuguesa, sob o comando de Roberto Fernandes. A titularidade de Galatto veio em princípio pela contusão de Vinicius, mas depois, com a seqüência de boas atuação pelo clube, foi garantindo o posto e a confiança do então técnico Roberto Fernandes e do torcedor atleticano. Em toda a temporada, Galatto atuou em 32 jogos com a camisa Rubro-Negra (em jogos entre o Brasileiro e a Sul-Americana) e na maioria das apresentações foi destaque do time. Mesmo em partidas em que o Atlético perdia (o que se constituiu num fato freqüente no Brasileiro), Galatto era destaque. Com a série de boas apresentações, não demorou para que ele caísse nas graças da torcida e se constituísse no grande herói e ídolo atual do elenco atleticano.

Alan Bahia:
O volante Alan Bahia é o atleta que há mais tempo veste a camisa atleticana, tendo em seu currículo mais de 300 atuações pelo clube. Este ano, apesar de atuar na posição de volante, ele experimentou a sina de ser artilheiro, consolidando-se como o principal goleador do Atlético no Campeonato Brasileiro, com 10 gols e terminando a temporada como o segundo principal artilheiro do clube, com 13 gols (um a menos que Marcelo Ramos, que saiu do Rubro-Negro durante a temporada). Grande parte dos gols de Alan Bahia no Brasileirão foi de cobranças de pênalti com uma marca registrada: a paradinha que ganhou fama em todo o Brasil. Alan também assinalou um gol histórico neste ano, contra o Vitória, marcando o milésimo gol do Atlético na história dos Campeonatos Brasileiros.

Valencia:
Edwin Armando Valencia é um dos jogadores mais regulares do elenco atleticano. Com um futebol que mescla raça e técnica aprimorada, em especial na excelência nos passes e desarmes, Valencia sempre foi poupado das críticas dos torcedores, mesmo nos momentos mais conturbados do clube na temporada. Em seu segundo ano no Atlético, o colombiano marcou apenas um gol, pelo Campeonato Paranaense.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…