8 jan 2009 - 20h30

Curitiba entregará projeto à Fifa daqui a uma semana

O prefeito Beto Richa e o vice-governador Orlando Pessuti conheceram nesta quinta-feira (8) o projeto de Curitiba para receber a Copa do Mundo 2014. O projeto foi apresentado em reunião do Comitê Executivo do Paraná para Assuntos da Copa do Mundo de Futebol de 2014, na sede do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Também foi lançada a logomarca oficial da candidatura da cidade como uma das sedes da Copa.

"Temos uma das melhores infraestruturas técnicas entre as cidades candidatas e vamos entregar um excelente projeto, para garantir a escolha e a vinda dos investimentos previstos, que trarão benefícios permanentes para a cidade, além do aquecimento da economia durante o evento", disse Richa.

O projeto de Curitiba deverá ser protocolado até 15 de janeiro na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), junto ao comitê Federação Internacional de Futebol (Fifa), responsável pela organização do mundial. A comissão da Fifa que fará a avaliação da infraestrutura das cidades candidatas chegará ao Brasil no fim de janeiro. O resultado oficial deve ser anunciado em março.

A logomarca Curitiba 2014 – Cidade Candidata foi elaborada pela agência G8 Design. É composta por uma fusão alusiva a elementos como Jardim Botânico, bola de futebol, taça da Copa do Mundo, planeta, sustentabilidade e paixão dos brasileiros pelo futebol. As cores representam a cidade, o Estado e o País.

O vice-governador Orlando Pessuti, que preside o Comitê Executivo do Paraná para Assuntos da Copa, disse que a expectativa pela escolha de Curitiba é muito grande e atinge diversas cidades no estado, como Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu e Paranaguá, que esperam receber turistas ou mesmo hospedar equipes que vão disputar o mundial.

Durante a reunião, foram discutidos detalhes dos projetos de engenharia do estádio e das intervenções urbanas que deverão ser feitas num raio de até dois quilômetros do estádio do Atlético, como os acessos à cidade e ao estádio, área de estacionamentos, área VIP, centro de imprensa, revitalização de ruas e praças, entre outras obras. Os detalhes do projeto não foram divulgados à imprensa por exigência da Fifa e serão apresentados somente em março, depois que forem definidas as cidades.

"Curitiba está se colocando não apenas para sediar a primeira fase, mas também na segunda e na terceira fases e também para ser o centro de comunicações da Copa do Mundo, que representa um trabalho de pelo menos seis meses na cidade, antes e depois da competição", disse o assessor de Relações Institucionais da Prefeitura de Curitiba, Luiz de Carvalho.

O presidente do Comitê do Clube Atlético Paranaense para a Copa do Mundo de 2014, Mario Celso Petraglia, disse que o clube está apresentando à Fifa todos os projetos executivos da Arena da Baixada dentro das exigências do Caderno de Encargos. "Estamos prontos para iniciar as obras de conclusão do estádio imediatamente, com a adequação dos níveis de exigência da Fifa em relação aos espaços para segurança, conforto, cobertura e para garantir o fluxo de pessoas na entrada e saída do público, a eliminação do fosso e a melhoria da iluminação, por exemplo", disse Petraglia.

A reunião no Ippuc teve a presença da direção do Clube Atlético Paranaense, do vice-prefeito Luciano Ducci e do vereador Mario Celso, líder do governo municipal na Câmara.

Fonte: Agência de Notícias da Prefeitura de Curitiba



Últimas Notícias