25 jan 2009 - 13h13

Bravo, Furacão!

Parabéns, meninos do Furacão! Esse é certamente o sentimento que prevalece em toda a torcida atleticana após a brilhante campanha do time de juniores do Atlético na Copa São Paulo de Futebol Junior 2009. Jogando um futebol sério, voluntarioso e que alia técnica e raça, o Atlético surpreendeu a muitos na Copinha e neste domingo conquistou um honroso vice-campeonato na competição mais importante da categoria. Com um jogador a menos na maior parte do segundo tempo, o Furacão não suportou a pressão do Corinthians e perdeu o jogo por 2 a 1. Fernando Henrique e Jadson marcaram para o time paulista e Patrick, num belo gol, diminuiu para o Atlético.

No primeiro tempo da decisão, disputada no estádio do Pacaembu, em São Paulo, Atlético e Corinthians fizeram uma partida de muita marcação. Mesmo assim, alguns lances de perigo foram criados. Pelo lado do alvinegro paulista, Jadson perdeu um gol de frente para a meta defendida por Santos. Aos 45, Lucas Sotero desperdiçou a melhor oportunidade para o Furacão: após o cruzamento da direita de Raul, a bola sobrou limpa para Sotero, que chutou cruzado com muito perigo, com a bola passando rente a trave do goleiro André Dias.

Na etapa final, o jogo caminhava para uma repetição do primeiro tempo, numa partida bastante equilibrada dentro de campo. Mas aí um erro de interpretação do árbitro paulista Fabio de Jesus Volpato Mendes desenhou uma outra trajetória para a decisão. Aos 11 minutos, ele expulsou o zagueiro Bruno Costa, interpretando que o jogador atleticano deu um tapa no adversário ao proteger a bola. O rigor do árbitro recebeu críticas dos comentaristas do canal Sportv, que fazia a transmissão da final.

Com um jogador a menos, o Atlético recuou em campo e cedeu à pressão corintiana. Foi aí que o nome do goleiro Santos, um dos heróis do elenco Rubro-Negro da Copa São Paulo, começou a aparecer, com belas e difíceis defesas. Mas nem Santos conseguiu evitar o pior. Aos 32 minutos, no rebote da zaga atleticana, Fernando Henrique chutou no ângulo e abriu o placar. Seis minutos depois, aos 38, Jadson num belo chute ampliou o marcador para o Corinthians. Na saída da bola, aos 39 minutos, Patrick ganhou a disputa com o zagueiro e marcou um belo gol, encerrando com brilho a participação atleticana na Copa São Paulo.

Se para a torcida a função da categoria de base é revelar talentos, o Atlético desta Copa São Paulo nos deixou uma certeza: o nosso futuro é bastante promissor, com muitos bons atletas vestindo com orgulho a nossa camisa. Parabéns, meninos do Furacão! Hoje, vocês nos deram uma certeza: a gente não perdeu, só deixou para mais tarde!

Copa São Paulo de Juniores – (25/01/09) – Atlético 1 x 2 Corinthians
L: Pacaembu; H: 11h00; A: Fabio de Jesus Volpato Mendes (SP); CA: Rafael Almeida, Boquita e André Dias; CV: Bruno Costa (56′), Boquita (88′) e Guilherme (90+4′); P: 34.500; G: Fernando Henrique, aos 32, Jadson, aos 38, Patrick, aos 39 do 2º.

ATLÉTICO: Santos; Raul, Manoel, Marcão (Guilherme Batata int), Bruno Costa e Denis; Fransérgio, Willian e Lucas Sotero (Bruno Testa 71′); Patrick e Eduardo Salles (Marcelo 63′). T: Marquinhos Santos.

CORINTHIANS: André Dias; Rafael Almeida, Nando, Guilherme e Bruno Bertucci; Douglas, Sacha, Marcelinho e Boquita; Jadson e Fernando Henrique (Arnon 90+2′). T: Adailton Ladeira.



Últimas Notícias