10 fev 2009 - 15h04

Thiele: "Foi um presente voltar ao Atlético"

Depois de anunciar as chegadas dos coordenadores Luiz Fernando Cordeiro, para o futebol, e Roberto Karam, para o marketing, comunicação e relações públicas do Atlético, o clube anunciou nesta terça-feira a volta do médico Edílson Thiele na chefia do departamento médico do Furacão. A informação foi divulgada por meio de nota publicada no site oficial do clube.

Afastado do Atlético desde 2004 por desavenças com o ex-presidente Mário Celso Petraglia, Thiele havia negado sua volta ao clube no final de janeiro, depois que foi visto ao lado dos dirigentes atleticanos na abertura do Campeonato Paranaense, em Paranaguá, contra o Rio Branco. Na ocasião, o médico ainda assegurou que poderia voltar ao clube, desde que fosse convidado. Porém, a confirmação veio nesta terça, após conversas com o presidente Marcos Malucelli.

Thiele, que completa 49 anos amanhã, disse estar feliz em voltar ao clube. "Faço aniversário na quarta-feira e foi um presente para mim este convite para voltar. Estou muito feliz e a idéia é ajudar. Vamos organizar com o objetivo de prevenção e de minimizar as lesões que tivemos o ano passado. Temos um departamento médico de alto padrão e vamos transformá-lo em um Centro de Excelência na Recuperação do Atleta Profissional de futebol", disse o médico em entrevista ao site oficial do Atlético.

Ainda segundo o site oficial, Thiele não terá função remunerada no Atlético e pretende inovar dentro do departamento médico. "Temos um padrão igual ou melhor do que os grandes clubes do Brasil, por isso precisamos ser referência, ter auto-gestão no DM, ter parceiros. Isso será algo inovador dentro de um clube de futebol. Com toda a infra-estrutura que temos, os atletas de outros clubes poderão ir ao Atlético para se reabilitarem. Nosso DM sempre foi de ponta e por isso temos condições de ter uma auto-gestão. Queremos fazer isso já neste primeiro semestre", finalizou.



Últimas Notícias