24 fev 2009 - 12h03

À espera de uma chance

O técnico Geninho já anunciou que o período de experiências acaba nesta quarta-feira, no jogo contra o Iguaçu. Depois disso, ele fixará uma equipe titular, escolherá o esquema tático e seguirá com essa formação até o final do Campeonato Paranaense. O treinador imagina que, com isso, o rendimento do time melhore, já que o entrosamento será maior.

De fato, Geninho vem adotando uma postura bastante democrática neste início de ano. Deu chance a vários jogadores, mesmo aqueles que pouco jogaram no ano passado. Os últimos a serem testados pelo treinador foram o zagueiro Rafael Santos e o lateral-esquerda Márcio Azevedo, titulares no clássico contra o Paraná Clube.

Do elenco principal, apenas quatro atletas ainda não tiveram a oportunidade de atuar em 2009: o zagueiro Juninho, o volante Renan, o meia Pimba e o atacante Wallyson. Juninho já pertencia ao Atlético e foi um dos poucos jogadores que estavam emprestados a outros times a permanecer no CT do Caju. Em tese, ele está atrás de Rhodolfo, Antonio Carlos, Chico, Gustavo e Rafael Santos na preferência por uma vaga na defesa.

O jovem Renan, revelado no departamento de formação de atletas do Furacão, ainda não disputou nenhuma partida neste ano. Para a posição dele, Geninho testou apenas o titular absoluto Valencia e o reserva imediato Jairo. Mas em entrevistas à imprensa, Geninho chegou a mencionar o nome de Renan como uma das apostas para essa temporada e chegou a dizer que vetou a contratação de alguns reforços justamente para não tirar a chance de alguns talentos da casa brilharem.

Outro que está em situação semelhante é o meia Pimba. Dos quatro, ele é o único que já teve oportunidade de jogar neste ano. Entrou aos 38 minutos do segundo tempo do jogo contra o Nacional. Os poucos minutos que esteve em campo não podem ser propriamente considerados um teste. Geninho já deixou escapar que o meia é sua principal aposta para o Campeonato Brasileiro.

Por fim, o atacante Wallyson também ainda não teve oportunidade de jogar em 2009. Há poucos dias, o próprio jogador tentou negociar o seu empréstimo ao ABC justamente por achar que teria mais chances de jogar no clube que o revelou. Mas Geninho brecou a negociação e a diretoria rubro-negra decidiu que não era o momento de abrir mão de todo investimento feito no atleta, que já ganhou mais de 15 quilos de massa muscular desde que chegou ao CT do Caju. Na última partida, Wallyson foi relacionado para a concentração, mas acabou cortado. Agora, segue aguardando sua chance.



Últimas Notícias