4 mar 2009 - 20h57

De virada, Atlético bate o FC Dallas na Arena

O Atlético derrotou o FC Dallas por 4 a 3 em jogo disputado na noite desta quarta-feira na Arena da Baixada. Foi o primeiro jogo do torneio amistoso "USA-Brazil Challenge" disputado pelas duas equipes há três temporadas. O jogo de volta, no Pizza Hut Park, no Texas, será no próximo dia 14 de março.

Dirigido pelo auxiliar técnico André Souto – uma vez que o grupo principal está em Tocantins para jogar pela Copa do Brasil -, o Atlético conseguiu se recuperar depois de sair atrás no marcador e dominou a partida, mesmo com a falta de entrosamento dos jogadores. O meia Ferreira, que nesta semana começou a treinar com o FC Dallas, não participou do jogo. A decisão foi tomada em comum acordo, já que ele não se sentiria confortável em jogar contra o Atlético na Arena.

O atacante Wallyson foi um dos destaques da partida, participando decisivamente de dois gols (Kamali e Douglas Maia) e sofrendo um pênalti que resultou em outro gol (marcado por Michel). O meia Pimba também sobressaiu e atuou durante os 90 minutos. André Souto testou vários jogadores, dando oportunidade aos jovens que participaram da boa campanha da Copa SP de Juniores no início do ano.

Os gols

O Atlético começou melhor e só não saiu na frente porque o árbitro não marcou um pênalti do goleiro Dario Sala em Wallyson. O FC Dallas acabou abrindo o marcador aos 29 minutos. Depois de boa jogada de Eric Avila, que driblou Jataí na ponta-direita, Jeff Cunningham chutou colocado e fez 1 a 0.

O time norte-americano melhorou e passou a dominar. Curiosamente, foi justamente aí que o Atlético conseguiu empatar. Depois de levantamento de Wallyson pela direita, o zagueiro Manoel cabeceou forte, a bola bateu no travessão e, no rebote, o atacante Kamali empurrou para o gol. Inicialmente, a narração atribuiu o gol a Manoel, mas depois surgiu a informação de que o árbitro concederia o gol ao atacante emirático.

Na segunda etapa, o jogo ficou mais aberto e saíram vários gols. O jovem atacante Jhonatan, 20 anos, contratado do Grêmio, virou a partida aos 12 minutos. Ele fez um cruzamento à meia altura, a bola passou por todo mundo e foi morrer no fundo da rede. O Dallas igualou novamente aos 16, com uma bela cabeçada do artilheiro Kenny Cooper, que aproveitou o vacilo do miolo de zaga atleticano. Mas dois minutos depois, Douglas Maia voltou a deixar o Atlético em vantagem. Foi a jogada mais bonita do Atlético. Pimba fez ótimo lançamento para Wallyson, que fugiu da marcação, levou ao fundo e tocou para trás, na medida para Douglas Maia encher o pé.

Aos 30, Wallyson pegou um rebote na área e foi derrubado. Ele se preparava para cobrar o pênalti quando a torcida passou a gritar o nome de Michel. Atendendo a pedidos, o lateral-esquerda bateu com categoria e beijou a camisa na comemoração. Aos 38, Pitchkolan fez o último gol do Dallas, depois da falha da zaga ao tentar cortar um cruzamento na área.

%ficha=687%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…