29 mar 2009 - 23h49

Geninho: “Não podemos vacilar”

A derrota por 2 a 1 para o J. Malucelli deve provocar mudanças no time do Atlético. é o que sinalizou o técnico Geninho após o jogo deste domingo. O treinador admitiu que o Atlético jogou mal e lamentou os erros no meio-de-campo, que levaram o grupo a insistir nas bolas alçadas, o que facilitou para o sistema defensivo adversário.

O treinador alertou ainda que irá conversar com os atletas, pois todo o trabalho feito até aqui poderá ir por água nesta fase decisiva, caso o time não reencontre o caminho das vitórias. No entanto, ele acredita em melhoras. “Nós já tivemos em situações piores do que essas. Eu tenho a convicção que responderemos bem. Ainda temos seis jogos. Acho que tudo que pudemos errar erramos hoje”, disse.

Confira a coletiva de Geninho:

O JOGO:
"Não existe pré-determinação de ganhar os sete jogos que fizermos em casa. Vamos enfrentar equipes grandes e outras bem arrumadas. Eu concordo que não fizemos um bom jogo, cometemos erros fatais, mas não podemos tirar os méritos do adversário que com toques rápidos e marcação forte trouxe problemas para a gente. O grande erro foi o de abdicar de jogar, ou seja, o time passou a viver simplesmente de bola alçada. Isso facilita o trabalho do adversário. Hoje, não foi um bom dia e ainda perdemos o Valencia com uma luxação de ombro. Essas coisas acontecem. Mas nós já tivemos em situações piores do que essas. Eu tenho a convicção que responderemos bem. Ainda temos seis jogos. Acho que tudo que pudemos errar erramos hoje."

SUBSTITUIÇÕES:
"Temos que dar um tempo para que as coisas aconteçam. Temos que ter calma. Tínhamos a opção de levar o Zé Antônio para a direita. O que faltava o meio do meio penetrar e infelizmente o Julio (dos Santos) não fez isso. Por isso que tentei colocar o Wesley para jogar com os atacantes. Mas não tivemos jogo de aproximação, com pivô ou uma tabela. Mesmo com as modificações nós não tivemos ofensividade. Tentamos, lutamos, mas não tivemos agressividade".

PONTOS DE VANTAGEM:
"Vamos avaliar no final do campeonato. Tomara que eles nos ajudem, mas temos que correr atrás das vitórias. Não podemos nos apegar aos pontos. Creio que o campeão será definido com os pontos desta fase".

DERROTAS:
"Contra o Paranavaí jogamos mal, contra o Cianorte tivemos chance e hoje o time se perturbou completamente. Isso nos faz ter trabalho para repensar a equipe e ver aonde estamos falhando. Para um time que quer brigar pelo título temos que vencer. Não adianta fazer uma campanha boa e agora nesta fase vacilar".

MUDANÇAS:
"Isso passa por dois pontos. Quando digo repensar a equipe não quer dizer que vou mudar todo mundo. Estamos pecando e algumas coisas precisam ser ajustadas. Mas temos que ter calma porque quero ver este jogo de novo para achar as soluções de maneira acertada".

Fonte: Site oficial do Atlético



Últimas Notícias