O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
23 abr 2009 - 21h38

A culpa é do Petraglia

Tenho lido muito sobre a cobrança excessiva e a falta de apoio do torcedor do Atlético Paranaense ao clube. Várias manifestações a respeito disto são cada vez mais comuns através de diferentes formas de comunicação, feitas por torcedores de todas as idades, grau de instrução, nível sócio econômico e sexo. Uma coisa estas manifestações tem em comum, a busca da causa desta intransigência, de certa forma exagerada, pelo fanático torcedor atleticano.

Por que a torcida tem agido assim? Quem é o culpado do novo comportamento da imensa torcida do Furacão? Depois de refletir muito achei o responsável, é o Petraglia!! Vejam se não tenho razão. Antes de 1995 a torcida rubro-negra contentava-se com: um título (paranaense é óbvio!) a cada 12 anos (se não me engano ganhamos 16 em 51 anos); disputar jogos mais importantes no Couto Pereira desde, é claro, que os coxas ‘emprestassem’ o estádio – não podemos esquecer de nosso tempo no ‘maravilhoso’ Pinheirão; treinar em centros de treinamento também emprestados; apenas sonhar com títulos nacionais e participações em torneios como a Libertadores; não participar nas entidades representativas dos grandes clubes brasileiros, afinal, não se sabia nem o endereço delas; obter patrocínios insignificantes pois despertar o interesse de grandes marcas sabia-se ser sonho de uma noite de verão; apoiar entusiasticamente Sarandi, Cabral, Augusto Boiadeiro, Amauri, Benício, Lula, Paulinho Bolivar, China, Zé Leite, Taquito, entre outros.

Depois de 95, mesmo durante a construção da Arena e do CT (cito este fato porque grandes clubes como Internacional e São Paulo ficaram sem ganhar nada durante décadas, exatamente no período em que construíram seus estádios), o Atlético ganhou 6 títulos estaduais, dois brasileiros; participou de 3 Libertadores sendo Vice-campeão de uma das edições e participará este ano de sua terceira Sulamericana; tornou-se referência em gestão esportiva, atraiu inúmeros patrocinadores importantes e foi o primeiro clube brasileiro a realizar a venda do ‘naming rights’ de seu estádio; liderou vários movimentos importantes dentro do Clube dos 13; revelou inúmeros jogadores tendo vários deles sido convocados para as seleções nacionais de diversas categorias, inclusive a principal e realiza uma das mais bem sucedidas ações de angariação de sócios dentre os grandes clubes brasileiros.

Pois é, mas não ganha nada já há três ‘longos” anos! Era melhor e mais fácil chorar a cada rara conquista, mas encher o peito para dizer que, apesar de tudo, ‘ser atleticano é uma religião’ e festejar a vitória eventual em um Atletiba, afinal, os coxas eram muito grandes e difíceis de serem batidos.

Pra que um projeto tão grande? Ser pequeno é menos complicado, afinal os fracos e medíocres acabam sendo protegidos – principalmente pela mídia – e sempre tem suas justificativas aceitas.

É, de fato o Petraglia é o grande culpado!



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

O que já sabíamos!

“Já se sabe que foi um erro o que aconteceu, os amistosos não terem acontecido, e não ter disputado o Estadual porque a preparação ficou…