26 abr 2009 - 7h05

Manchetes atleticanas deste domingo

Um duelo com a alma do Atletiba
As principais taças de Atlético e Coritiba na década foram conquistadas pelos treinadores do clássico de hoje, às 15h50, na Arena, o confronto 339 entre os dois clubes. Ídolo atleticano, Geninho conduziu o Furacão no título do Brasileiro de 2001. Herói coxa-branca, René Simões comandou o Verdão no retorno (com troféu) à Série A, em 2007. Plenamente identificados com as torcidas que os veneram, as semelhanças da relação entre os técnicos e os clubes que dirigem não param por aí.

 

Atletiba pode decidir o título do campeonato
“Em todos os jogos, não somente em clássico, você trabalha muito mais que a parte técnica e tática. Trabalha vários aspectos. Vê muita coisa do adversário, trabalha o lado psicológico, vê aquele atleta que está pra baixo e tenta levantar. Ou aquele que está empolgado, corta um pouco do salto. Tento fazer com que o grupo prevaleça sobre o individual”, ensina o comandante Rubro-Negro ressaltando que numa reta final, como o Atletiba, esses cuidados e o trabalho são redobrados e que qualquer detalhe pode ser decisivo.

 

Atle-Tiba: Mil ingressos à venda neste domingo
O torcedor do Atlético Paranaense que não é sócio do clube acabou recebendo neste sábado à noite uma ótima notícia. A diretoria rubro-negra disponibilizará mil ingressos a partir das 10h deste domingo. A carga estava destinada à torcida do Coritiba, mas os visitantes adquiriram apenas 1.400 dos 2.400 à venda no Alto da Glória.

 

Paranaense tem rodada com clima de decisão
Como, além dos pontos extras, o Rubro-Negro ainda leva vantagem sobre todos os adversários em um possível empate na tabela de classificação, o título pode ser garantido com uma vitória no clássico e um simples empate do Jota.

 

Atletiba esquenta o domingo
omingo Curitiba vai parar. Isso porque Atlético Paranaense e Coritiba se enfrentam às 15h50 (de Brasília), na Arena da Baixada, na penúltima rodada do Estadual. E com uma vitória do líder Furacão, que tem 14 pontos, e um tropeço do J. Malucelli, com 13, que encara o Nacional, o torcedor rubro-negro poderá soltar o grito de campeão que está preso desde o Estadual de 2005.

 


Últimas Notícias