2 maio 2009 - 13h47

Torcida do Coritiba pede anulação do regulamento do Estadual

Às vésperas da última rodada do Paranaense, que apontará o campeão estadual, a Império Alviverde, principal torcida organizada do Coritiba, protocolou uma ação na Justiça Comum, na qual pede a anulação do artigo 14 do regulamento do campeonato.

O item estabelece os critérios de desempate da competição. Na visão da torcida, oferece um excesso de vantagens ao Atlético-PR. Por ter feito a melhor campanha, na soma das duas fases, o Rubro-negro será o campeão, caso termine empatado em número de pontos.

No momento, Atlético e Coritiba tem 14 pontos. Se ambos vencerem seus jogos neste domingo, terminariam juntos, com 17, mas o Furacão conquistará o título pelo prÍmeiro critério do artigo 14, que diz: "Ocorrendo igualdade em pontos ganhos entre duas ou mais equipes, aplicam-se, sucessivamente e pela ordem, os seguintes critérios de desempate: I – maior número de pontos ganhos na soma das duas fases, caso as equipes tenham alcançado a segunda fase".

O objetivo da ação é obter uma liminar que impeça a proclamação do campeão, caso o Atlético seja o vencedor neste domingo, quando enfrenta o Cianorte, na Arena da Baixada.

As chances de sucesso da ação, porém, são consideradas remotas até mesmo para o departamento jurídico do Coritiba. Em declaração ao jornal Gazeta do Povo, advogado Gustavo Nadalin mostrou-se cético em relação à questão.

"O clube não pode mais fazer nada, pois a esfera desportiva já foi esgotada e é proibido pela Fifa de entrar na justiça comum", afirmou.



Últimas Notícias