7 maio 2009 - 0h38

Geninho: "O jogo foi definido nos detalhes"

Após a derrota para o Corinthians por 2 a 0, no Pacaembu, e consequentemente a eliminação nas oitavas-de-final da Copa do Brasil, o técnico Geninho analisou a partida rubro-negra e já falou sobre o início do Campeonato Brasileiro. Segundo o treinador, os dois gols sofridos no primeiro jogo na Arena prejudicaram o Furacão nesta quarta-feira.

Além disso, Geninho fez questão de ressaltar que com alguns ajustes, o Atlético pode fazer uma boa campanha no Campeonato Brasileiro de 2009. O time estreia na competição neste domingo, contra o Vitória, na Arena da Baixada.

Confira abaixo a entrevista coletiva do comandante atleticano:

Ronaldo

“O Ronaldo é o que todo mundo conhece. Tem muita qualidade, ainda está com algumas limitações, mas quando tem espaço conclui, não perdeu o faro do gol. Demos o mínimo de espaço e ele aproveitou. Na segunda ele cavou o pênalti, que foi dado mais pelo nome dele. Muita gente não acredita no retorno dele, mas ele está mostrando que voltou”.

Substituições

"Logo depois que o Corinthians fez o gol, o time mudou a maneira de jogar. Isolaram o Ronaldo na frente. Por isso tirei um zagueiro, porque não precisava do terceiro e, com isso, o Renan passou a jogar como meia e poderia também compor, se o Mano voltasse ao esquema antigo, colocando os três atacantes de novo em cima de mim. Por isso, não poderia sair como um doido por estar perdendo de 1 a 0, porque se fizesse um estaria classificado".

Campeonato Brasileiro

“Foram dois jogos que nos deram um parâmetro muito bom. O jogo de hoje foi definido nos detalhes. Alguns jogadores sentiram a pressão hoje, mas a equipe está demonstrando que, com alguns ajustes, tem condições de fazer um bom campeonato. Estamos passando por uma renovação, mas temos condições de fazer um bom campeonato. Além disso, temos jogadores no Departamento Médico que podem nos ajudar”.

Dois gols sofridos no jogo da Arena prejudicaram

“Se você fizer uma somatória dos dois jogos, claro que você tem que pesar o que foi feito no jogo passado. Se tivéssemos mantido os 3 a 0 do jogo passado, os 2 a 0 de hoje teriam nos classificado. Por isso, aqueles dois gols em casa ajudaram o Corinthians”.

Chances desperdiçadas

“Tivemos duas chances de matar o jogo quando estava 0 a 0. Se tivéssemos feito o gol na frente, o Corinthians ia abrir e poderiamos até ampliar no contra-ataque. Mas infelizmnte isso não aconteceu”.



Últimas Notícias