7 jun 2009 - 18h32

Geninho pede demissão

O técnico Geninho entregou o cargo depois da humilhante derrota para o Atlético Mineiro por 4 a 0 na Arena da Baixada. Ele se dirigiu à sala de imprensa e surpreendeu os repórteres ao dizer que não daria uma entrevista coletiva, mas concederia apenas uma declaração.

"Após o jogo de hoje, eu procurei o presidente dentro do vestiário e me desliguei do Atlético. O Atlético vai procurar outro treinador. Chega um momento em que algum fato novo tem de ser feito. Fazendo plágio do Nelsinho na semana passada [Baptista, ex-técnico do Sport], eu cheguei no meu limite. Eu tentei de tudo, eu tentei fazer o melhor. Todo mundo sabe o carinho que eu tenho pelo Atlético, o amor que eu tenho pelo Atlético. Isso não vai mudar. Eu tenho certeza que em cima de um fato novo, de outro comandante, o Atlético com certeza vai voltar a vencer. Eu acho que o Atlético, contrariando as opiniões, tem um bom grupo. Se não tivesse qualidade, não tinha feito nenhum jogo bom. Esse time tem qualidade, mas está passando por um momento de turbulência", declarou Geninho.

O treinador disse que continuará torcendo pelo Atlético e agradeceu a todos os torcedores pelo apoio durante sua segunda passagem pelo Furacão. "Eu tomei a iniciativa, talvez para o próprio bem do Atlético, de abrir caminho para outro profissional. Eu tenho a consciêncai de que o momento presente exigia uma tomada de posição. Cinco jogos, quatro derrotas é muito difícil. Eu tomei a decisão de me demitir, é uma decisão de caráter irrevogável. Vou torcer para o Atlético. Podem ter certeza que o Atlético tem um torcedor ferrenho. Gostaria de agradecer a toda a torcida atleticana, quero pedir desculpas pelos últimos resultados, por não ter correspondido à toda confiança que a torcida tem em mim. Não guardo mágoa de ninguém, não guardo raiva de ninguém. Aqueles que me criticaram, eu quero agradecer pelas críticas. Aqueles que me elogiariam, quero agradecer. Não deixo nenhum inimigo em Curitiba, espero continuar assim. Não vai mudar meu amor pela cidade, nem meu amor pelo clube. A partir de agora, o Atlético tem uma nova caminhada e eu vou seguir a minha vida. Obrigado pela paciência e pelo carinho que vocês têm por mim", encerrou.



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…