10 jul 2009 - 19h12

Atlético treinou no 4-4-2, com Wesley e Wallyson no ataque

O treinador Waldemar Lemos utilizou o esquema 4-4-2 no treinamento desta sexta-feira, no CT do Caju. No domingo, o Atlético enfrenta o Internacional na Arena da Baixada.

Sem Rafael Moura, que cumpre a suspensão automática pelo 3° cartão amarelo, Wallyson e Wesley formaram a dupla de ataque. Com isso, Marcinho volta para o meio-campo, mas com liberdade para atacar.

O volante Valencia, que não enfrentou o Grêmio, volta de suspensão e Rafael Miranda fica no banco de reservas. Sobre a possibilidade de Chico desempenhar a função de zagueiro durante o jogo, Waldemar Lemos afirmou que ele permanece no meio. "Se houver a necessidade, nós vamos conversar a respeito. Mas, por enquanto, ele continua na posição dele, com a mesma postura dentro da equipe", disse o treinador.

Na lateral-direita, Raul disputava a posição com Alberto e Nei e treinou entre os titulares. O treinador explicou o motivo da escolha pelo Raul. "O Nei está voltando de uma contusão, e o Alberto também. Então, eu vejo que ele (Raul) está numa melhor situação", explicou Waldemar.

A dúvida fica sobre o formação da defesa. Antonio Carlos sentiu uma lesão e não deve ter condições de jogo. O zagueiro Rafael Santos volta de suspensão mas, com dores, também não treinou. Caso se recupere, Rafael forma a dupla de zaga com Manoel. Do contrário, Rhodolfo será o titular.

Waldemar Lemos comentou sobre a mudança para o esquema 4-4-2. "Foi a forma que nós treinamos hoje. Se houver a recuperação do Rafael Santos, nós vamos jogar com dois zagueiros. Agora nós vamos ver o melhor para o jogo de domingo, que é o mais importante", finalizou o treinador.

Portanto, o Atlético deve enfrentar o Internacional com Vinicius; Raul, Manoel, Rafael Santos (Rhodolfo) e Márcio Azevedo; Valencia, Chico, Paulo Baier e Marcinho; Wallyson e Wesley.



Últimas Notícias