21 jul 2009 - 7h27

Wallyson pede calma e inteligência diante do Santos

Poupado na partida contra o Santo André no meio da semana passada, o atacante Wallyson, recuperado de uma lesão muscular, retornou ao time titular na partida do último domingo, no empate sem gols no clássico Atletiba, disputado na Arena da Baixada.

Ainda sentindo um pouco a falta de ritmo, Wallyson analisou a sua atuação e também do restante do time. "Eu fiquei uma partida sem jogar e por isso só fui treinar com bola na sexta-feira, para fazer o teste. Isso me deixou um pouco sem o tempo de bola. Mas fizemos um bom jogo e agora temos outro confronto difícil contra o Santos fora de casa", declarou ao site oficial do clube.

Já pensando no próximo jogo, diante do Santos, na quarta-feira à noite, o atleta rubro-negro está ciente da motivação extra que o próximo adversário deverá apresentar, em função da apresentação do técnico Vanderlei Luxemburgo. Wallyson afirmou que o Atlético precisa ter calma e inteligência para enfrentar o Santos na Vila Belmiro. "Temos que ter paciência durante a partida. O Santos vem de uma derrota e tentará se recuperar. Mas fizemos bons jogos fora de casa, então precisamos de inteligência para tentar a vitória nos contra-ataques. É complicado jogar lá, mas temos bons jogadores para vencer", disse.

Questionado ainda sobre o novo reforço do Atlético para a sequência do Campeonato Brasileiro, Wallyson fez elogios a Alex Mineiro. "Eu ainda não tive a chance de jogar com o Alex. Mas teremos dois grandes atacantes de área que são o Alex Mineiro e o Rafael Moura. Fico feliz com isso. Ainda não sabemos quem jogará, mas fico contente com a volta dele. Com certeza vai nos ajudar muito", finalizou o jovem atacante atleticano.



Últimas Notícias