5 ago 2009 - 22h08

Lopes: “A garotada fez uma partida excepcional”

Mais uma vez, o técnico Antonio Lopes elogiou a postura tática do Atlético. No jogo passado, ainda observando a equipe das arquibancadas, Lopes gostou da dedicação tática dos jogadores diante do Fluminense. Agora, voltou a elogiar os jogadores pela disposição contra o Cruzeiro.

“A garotada fez uma partida excepcional, principalmente no aspecto tático. A equipe cumpriu muito bem, foi valente. Deu gosto de ver essa aplicação, principalmente no período em que ficamos com menos um jogador. A falta de um jogador faz uma diferença muito grande. Fiquei um pouco temeroso ali, mas armamos bem. Fiz duas linhas de quatro, deixei somente um jogador na frente e conseguimos superar. Nos defendemos muito bem, e depois quando saiu um deles, a coisa melhorou. Voltamos a trabalhar a bola pelos flancos, em velocidade, marcação muito boa”, explicou.

Segundo Lopes, o principal foi segurar as armas do Cruzeiro. Depois, a vitória foi consequência. Segundo o técnico, os garotos revelados na base que entraram na segunda etapa tiveram grande atuação. “A entrada do garoto, o Pimba, e o Patrick, um jogador valente que conseguiu segurar a bola lá na frente. A entrada do Pimba funcionou bem, como atacante ali pela esquerda. Gostei da turma, gostei da aplicação dos jogadores. O time saiu exausto e futebol é isso aí. Se vocês tiverem essa aplicação sempre, essa determinação e atenção, a gente vai sair desse estado de coisas que está nos afetando, essa pontuação dentro da zona do rebaixamento, que é o nosso primeiro passo, para depois postular um posicionamento melhor”, elogiou ele.

Agora, o Delegado espera que o ambiente mude no CT do Caju e o time volte a acreditar que pode ter um desempenho melhor. “Essas duas vitórias, contra o Fluminense e hoje, são importantes para levantar o astral do grupo, que estava muito baixo. A parte motivacional já melhorou bastante. O time do Cruzeiro, mesmo não estando bem na classificação, é excepcional. O jogador sabe disso: jogamos contra um grande adversário, no reduto dele e conseguimos um bom resultado. Aí o jogador sabe que tem condições, que pode fazer um bom jogo lá contra o Botafogo. A gente tem condições de que podemos fazer um bom jogo lá e sair de lá com um resultado positivo”, finalizou.



Últimas Notícias

Opinião|Sul-Americana

Libera a torcida!

Uma noite histórica em um jogo com um cardápio recheado de garra, luta, determinação, superação, entrega, guerra, -TIME DE GUERRA – sim não faltam adjetivos…