5 ago 2009 - 22h37

“Pratas-da-casa” se destacaram na partida

A vitória sobre o Cruzeiro marcou não apenas a recuperação do Furacão no Brasileiro, mas também o bom rendimento dos jogadores formados pelo Furacão. O time que terminou a partida no Mineirão contava com 4 jogadores formados no CT do Caju.

O técnico Antonio Lopes começou o jogo com apenas dois “pratas-da-casa”: a dupla de zaga Rhodolfo e Bruno Costa. Logo após a expulsão de Bruno, Lopes tirou o atacante Wesley e reforçou a marcação de outro zagueiro das categorias de base atleticana, Manoel. Mas os dois jogadores da base que mais se destacataram entraram na segunda etapa: o atacante Patrick e o meia Pimba.

Patrick incomodou bastante a zaga cruzeirense e mostrou muita disposição. Pimba iniciou bons contra-ataques, exigiu o goleiro Fábio a fazer uma grande defesa e foi recompensado com um belo gol, o segundo na bela vitória atleticana.

Todo o banco de reservas atleticano era composto por atletas formados pelo Furacão: o goleiro Neto, o zagueiro Manoel, o lateral Alex Sandro, o volante Renan, o meia Pimba e os atacantes Jhonatan e Patrick.



Últimas Notícias