3 dez 2009 - 11h04

Grêmio quer contratar Alan Bahia

Um dos homens fortes do futebol do Atlético Paranaense, Ocimar Bolicenho, confirmou no final da tarde desta quarta-feira que o Grêmio fez uma sondagem para saber da situação do volante Alan Bahia. Desde o início do ano, o jogador está emprestado ao Vissel Kobe, do Japão. Ele fica lá até o dia 1º de janeiro de 2010 e depois retorna para o Brasil

“Os japoneses já manifestaram que não irão exercer a prioridade na contratação do jogador e ele volta. O Grêmio fez uma consulta sobre o jogador. Tudo depende de um acerto, de uma transação que pode ser feita, do que o Grêmio tem para oferecer para gente, se tem algum jogador que nos interessa. Na verdade, todos podem ser negociados. Este especificamente porque esta fora, mas não posso te afirmar que tudo esteja definido”, disse Ocimar Bolicenho, diretor de futebol do Atlético.

Prestes a completar 27 anos, Alan Bahia se destaca por ser um volante de boa qualidade técnica, com bom arremate de fora da área. Além disto, é bom batedor de faltas e de pênaltis. “O Alan Bahia é muito bom jogador. Forte fisicamente. É um jogador que se cuida. Com ele não precisa se preocupar”, garante Ocimar.

O dirigente do clube paranaense revelou que o jogador tem o passe fixado no contrato com os japoneses, mas não quis dizer o valor. No entanto, em uma possível negociação com o futebol brasileiro, o preço pode baixar muito: “Não pode se estabelecer relação entre uma coisa e outra”, disse Ocimar Bolicenho.

Alan Bahia chegou ao Atlético com 14 anos e passou por todas as categorias do clube (infantil, juvenil, juniores) até se firmar no time profissional. Estreou na equipe principal em 2002, substituindo Cocito, volante campeão brasileiro.

Alan passou por momentos bem diferentes do Atlético. Nas melhores fases, foi titular absoluto e ídolo da torcida, tendo seu nome gritado em vários jogos. Além disso, também marcou gols importantes e exerceu papel de liderança no elenco, tendo sido capitão da equipe em diversas partidas.

Por outro lado, o volante passou por algumas fases ruins. Chegou a perder a posição de titular por mais de uma vez e recebeu críticas em função de seu condicionamento. Seu pior momento foi quando se envolveu em um acidente de trânsito em que morreu Alex Miranda, seu amigo e ex-jogador das categorias de base do Atlético.

Em 2008, no último ano como jogador do Atlético, Alan Bahia assumiu um posto de destaque no time comandado por Geninho e marcou gols decisivos na luta contra o rebaixamento. Terminou o ano como vice-artilheiro do Atlético, com 13 gols, marca expressiva para um volante. Ele é o jogador que mais vezes vestiu a camiseta do Furacão em jogos pelo Brasileirão. Foram 192 partidas, de 2002 até 2008.



Últimas Notícias

Opinião

O Furacão voltou

Não podia ser num jogo qualquer… Nosso retorno para casa tinha que ser numa semi-final de Copa do Brasil, contra o badalado e protegido Flamengo,…

Sul-Americana

Confira como ir ao Uruguai

Logo após a classificação diante do Peñarol pelas semifinais da Sul-americana 2021, a enorme procura dos torcedores pelas passagens aéreas de Curitiba a Montevidéu acabou…