8 maio 2010 - 23h05

Congresso de Medicina do Futebol é sucesso no CT do Caju

Neste final de semana, o CT do Caju foi palco do I Congresso Internacional de Medicina do Futebol, onde foram ministradas diversas apresentações sobre assuntos envolvendo esportes, medicina esportiva e fisioterapia. Organizado pelo Dr. Edilson Thiele, chefe do Departamento Médico atleticano, o Congresso contou com palestrantes de clubes brasileiros e seleções internacionais.

“Curitiba merecia um congresso voltado para o futebol e tão importante como este está sendo, ainda mais se levarmos em conta que a Seleção Brasileira passará pelo nosso CT. Espero que o evento tenha mostrado toda a qualidade do nosso CECAP, provando que temos o Departamento Médico com a melhor infraestrutura do Brasil”, avaliou o Thiele, no início da conferência.

Programação

Na sexta-feira, com abertura do presidente Marcos Malucelli e uma curta explanação do médico da Seleção Brasileira, Dr. José Luis Runco, o evento teve início. “Já conversamos sobre o período que a Seleção Brasileira vai permanecer aqui e avaliamos toda a estrutura. Estamos muito satisfeitos com o que nos foi colocado à disposição. Este é um centro com objetivo de desenvolver atletas de qualidade e é isso que procuramos”, destacou Runco.

Na primeira noite, o Congresso contou com palestras dos médicos Dr. Marco Antonio Teixeira (Seleção Brasileira), Dr. André Petrelli (Seleção Brasileira de Futsal), Dr. Osvaldo Pangrazio (Seleção Paraguaia), Dr. Bert Mandelbaum (FIFA e Seleção Americana), Dr. Serafim Borges (Seleção Brasileira), entre outros.

Os assuntos abordados passaram desde os 20 anos do exame anti-doping, até prevenção de lesões. De acordo com o Dr. Rogério Teixeira da Silva, da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia, “o segredo do sucesso no futebol é a prevenção de lesões”.

Já na manhã de sábado, o Dr. Ricardo Sprenger Falavinha, da AO Internacional, iniciou as apresentações falando sobre a realização do Congresso. “No Atlético o Dr. Edilson conseguiu vencer o desafio e criou tudo o que foi mostrado ontem. Novos desafios virão e com certeza ele vai passar por todos”, disse o médico, que completou. “Importante não é o conhecimento, é sonhar e imaginar que podemos mudar e foi o que o Dr. Edilson Thiele realizou”, completou.

Ainda no período da manhã, falaram aos congressistas médicos de clubes de todo o país, além do Dr. Bert Mandenbaul (FIFA e Seleção Americana), Dr. Osvaldo Pangrazio (Seleção Paraguaia) e Dr. Carlos Stierling (Chile). No período, a nutricionista atleticana Cristiane Carvalho falou sobre os benefícios dos suplementos alimentares para atletas e o próprio Dr. Edilson Thiele falou sobre “Complicações pós L.C.A. no joelho de atleta profissional”, a famosa cirurgia do ligamento cruzado anterior, que costuma ser o pesadelo dos atletas em função do período em que ficam afastados dos gramados.

Já no período da tarde, foi a vez de entrarem em cena os fisioterapeutas, que explicaram a importância do trabalho em equipes de futebol profissional. Além disso, foram tratados assuntos ligados a diferentes tipos de lesões e maneiras de tratar a recuperação. Desta etapa do Congresso, participaram fisioterapeutas de clubes brasileiros, além dos profissionais ligados à Seleção Brasileira.

Para o Dr. Edilson Thiele, o sucesso do evento deve render frutos ao Atlético no futuro. “Acredito que essa é uma oportunidade para que atletas de outras equipes vejam no clube uma moderna opção para tratamento e recuperação”, disse o médico, confessando que este era seu projeto desde que retornou. “Quando voltei ao Atlético, queria criar um Departamento Médico de padrão internacional. Está no começo, mas até a Copa de 2014 vamos chegar lá”, finalizou.

O Congresso em números

– Cerca de 300 pessoas passaram pelo CT do Caju nos 02 dias de eventos, entre congressistas, palestrantes e imprensa.
– Foram 28 palestras e 10 debates.
– Participaram médicos de 32 clubes brasileiros.
– Também estiveram presentes e palestraram médicos de 05 Seleções (Brasileira, Brasileira de Futsal, Americana, Paraguaia e Chilena).
– Foram cerca de 15 horas de palestras e debates.

Especialistas em Medicina Esportiva estiveram no CT do Atlético [foto: Julia Abdul-Hak]


Dr. Marco Aurélio Cunha, médico e superintendente do São Paulo apresentou uma palestra [foto: Julia Abdul-Hak]


Médico do Fluminense, Dr. Michael Simoni participou do evento [foto: Julia Abdul-Hak]


Dr. Runco, da Seleção Brasileira, elogiou estrutura atleticana [foto: Julia Abdul-Hak]


Evento contou com a presença de especialistas nacionais e internacionais [foto: Julia Abdul-Hak]

Assuntos:


Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Jogo da vida

Por curiosidade, fui verificar qual a possibilidade da queda do CAP para a segunda divisão, e apresentou 16.4%, preocupante em vista que estamos num bolo…

Fala, Atleticano

Flertando com a ZR

Como já disse, estou feliz por ser Bicampeão Sulamericano e estar na final do Copa do Brasil, mas, deste jeito não dá. Ontem mais uma…