26 set 2010 - 22h57

Segundo Joel, Guerrón “bateu demais”

Joel Santana perdeu a paciência com o time do Botafogo após o empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, cedido aos 45min do segundo tempo, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Para o treinador, os jogadores da equipe alvinegra precisam ser mais duros nas disputas de bola.

“Nosso time tem que ter um pouco mais de rigidez, para o adversário sentir que estamos no jogo. Eu só vi meus jogadores saindo de maca, não vi jogador deles. Com um minuto, meu jogador já estava machucado. Não pode acontecer, ainda mais contra equipe do Sul. Duvido que isso aconteceria na casa deles”, disse o treinador, nos vestiários do Engenhão.

Joel ainda aproveitou para cutucar o equatoriano Guerrón, autor do gol de empate dos paranaenses. “Esse gringo é rápido e muito forte. Não estou aqui para reclamar, mas ele bateu muito na gente. Bateu o jogo inteiro”, afirmou.

O técnico ainda justificou sua insatisfação com a dificuldade dos próximos compromissos da equipe, que enfrenta Corinthians e Flamengo nas próximas rodadas. “É desagradável a gente ter que mastigar um resultado como esse em uma semana difícil. Vamos enfrentar o vice-líder e depois teremos o clássico. Mas a vida continua”.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…