13 out 2010 - 8h06

Manchetes atleticanas desta quarta-feira

Ex-goleiro sem brilho vira mestre de sucesso
Poucos se lembram dele vestindo a camisa 1 do Atlético, na virada dos anos 80 para os 90 – graças à reserva “quase eterna” de Roberto Costa, Rafael, Marolla, Toinho e Gilmar. Hoje, como preparador, sua figura passa também despercebida. Bem diferente pode-se dizer do trabalho de Marco Aurélio Tedeschi, 41 anos, considerando a performance dos goleiros atleticanos.

 

Dependência da bola parada aumenta na Arena
As jogadas de bola parada viraram a única fonte de gols do Atlético na Arena nas últimas rodadas. A última vez que marcou um gol no Estádio, sem depender de cobranças de falta, escanteio ou pênalti, foi em 1º de setembro – vitória por 2 a 1 sobre o Ceará. O primeiro gol do jogo foi um passe de Guerrón finalizado com um chute de Branquinho. O segundo começou numa cobrança de escanteio de Branquinho e terminou com finalização de Chico.

 

Bruno Mineiro ainda é dúvida contra o Goiás
O atacante Bruno Mineiro ainda é dúvida no Atlético Paranaense. Apesar de o próximo confronto da equipe ser somente no sábado, diante do Goiás, às 18h30, na Arena, o jogador ainda não foi liberado pelo departamento médico.

 


Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…

Ao Sol e à Sombra

Alex Mineiro

Parecia o caso de um jogador que seria lembrado como coadjuvante de uma equipe imparável. Um carregador de piano, invisível aos olhos dos leigos, que…