18 out 2010 - 20h56

Treinador do Furacão comemora a volta do G4

A semana não poderia começar melhor para o Atlético. Após a vitória de sábado, contra o Goiás, o Rubro-Negro passou o final de semana a uma posição da zona de classificação para a Copa Libertadores 2011, mas viu o sonho de participar da competição internacional aumentar após a Conmebol devolver a vaga na Libertadores de 2011 para o quarto colocado no Campeonato Brasileiro. Como Internacional e Santos já estão garantidos na competição do próximo ano, se o Brasileirão acabasse hoje, o Furacão ficaria com a quarta vaga.

Como não poderia ser diferente, a notícia divulgada pela CBF surpreendeu e animou o elenco rubro-negro para as últimas oito rodadas do Brasileirão 2010. “Recebi (a notícia) com bastante alegria. Estávamos atrás de um objetivo e, de repente, estamos dentro dele. A notícia é ótima. Todos comemoraram”, contou o treinador atleticano, em entrevista concedida ao portal GloboEsporte.com.

Mesmo com a vaga assegurada até o momento, Sérgio Soares acredita que a luta pela vaga na Copa Libertadores será intensa, com vários clubes no páreo. “O discurso agora é de manutenção. Grêmio, São Paulo, Botafogo e Palmeiras estão chegando forte. Todos têm condições e são candidatos”, completou o treinador.

Em 2009, última vaga “saiu” com 62 pontos

Com 46 pontos conquistados em 30 partidas, o Furacão ocupa, atualmente, a sexta colocação do Campeonato Brasileiro 2010. Levando em consideração os números do Brasileirão do ano passado, o Cruzeiro, clube que conquistou a última vaga brasileira para a Copa Libertadores 2010, terminou a competição com 62 pontos. Para atingir tal pontuação neste ano, o que provavelmente garantirá uma vaga na Libertadores 2011, o Atlético precisa conquistar mais 16 pontos em oito partidas, sendo quatro delas na Arena da Baixada.



Últimas Notícias

Ao Sol e à Sombra

Gol de Matosas

É verdadeiramente impossível descrever o que se sente na primeira vez em que se entra em um estádio de futebol lotado, sobretudo quando se vive…

Brasileiro

Derrota em Porto Alegre

O Furacão fez boa partida, principalmente na primeira etapa, mas não reverteu em gols as chances e sofreu o castigo fatal aos 31 da etapa…