23 out 2010 - 19h33

Muricy Ramalho: “Vai ser uma pressão muito grande”

O técnico do Fluminense, Muricy Ramalho, reconhece que atuar na Arena da Baixada é muito complicado. Na sexta-feira, o comandante tricolor falou sobre a expectativa para a partida deste domingo, às 16h. “Eles precisam do resultado, nós também. Vai ser uma pressão muito grande, mas temos experiência nisso”, afirmou ele ao site do “O Globo”.

Sem o lateral Mariano e o atacante Emerson, o treinador deve promover duas mudanças em relação ao time que empatou com o Botafogo. Thiaguinho e Rodriguinho serão os subtitutos. O primeiro, que é volante e atuará improvisado na direita, revelou o que o Fluminense precisa fazer para conquistar o resultado positivo. “Não podemos ficar na defensiva, esperando o Atlético. Temos de jogar naturalmente. Não dá para só defender porque vamos chamá-los para o nosso campo”.

Como visitante, o Fluminense conquistou seis vitórias, empatou quatro vezes e perdeu cinco. O time, que é o segundo colocado, tem 53 pontos – um a menos que o líder Cruzeiro. O zagueiro Gum comentou sobre a reta final da equipe carioca no Brasileirão. “É o momento de fazer o máximo para poder vencer nesses últimos oito jogos. Vencer mais que o Cruzeiro para poder ser campeão. Colocamos esse objetivo na cabeça”, concluiu.



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…