15 abr 2012 - 21h22

Furacão vira sobre o Arapongas e segue vivo

O Atlético venceu o Arapongas, neste domingo (15), por 2 a 1 na Vila Capanema, em partida válida pela nona rodada do segundo turno do Campeonato Paranaense. Com o tropeço do rival, o Rubro-Negro paranaense depende apenas de si para conquistar a competição de maneira antecipada.

Arapongas foi pra cima do Furacão no início

O Arapongas começou a partida a todo vapor e foi pra cima do Atlético. Não se intimidando por jogar fora de casa, a equipe do interior adotou uma postura que encurralou o Furacão na defesa. Logo no primeiro minuto, Maicon chutou prensado e a bola passou perto da meta de Vinicius.

Aos seis minutos, Marco Tora recebeu em velocidade, passou como quis por Héracles e Vinicius e, quando ia fazer o gol, Deivid chegou de carrinho e salvou a bola quase em cima da linha. Dois minutos mais tarde, Léo Itaperuna bateu de fora e obrigou Vinicius a espalmar para escanteio. Em outro bom momento do Arapongas, novamente Itaperuna acertou bom chute de fora, tirando tinta da trave atleticana.

Encurralado e sem saída de bola, o Furacão não assustava o adversário. Aos 15 minutos, Tiago Adan recebeu bom passe, bateu por cobertura da entrada da área e inaugurou o placar na Vila Capanema.

O gol não mudou em nada o panorama da partida e o Arapongas continuou atacando o Atlético. A equipe do interior sempre chegava com boa troca de passes, envolvendo a defesa rubro-negra e sempre atacando com qualidade.

O primeiro bom momento do Furacão foi apenas aos 26 minutos, quando Zezinho recebeu bom passe, mas finalizou torto, sem perigo algum. Dois minutos mais tarde, Edigar Junio fez boa jogada individual e foi derrubado dentro da área. Guérron assumiu a responsabilidade da cobraça e igualou o placar.

O gol deu tranquilidade para o Atlético, que começou a articular boas jogadas. Aos 32 minutos, Gabriel Marques soltou um canudo de fora da área, mas Vitor segurou com firmeza. Nos restante da primeira etapa, o Rubro-Negro até tentou atacar, mas sem levar muito perigo. Ao menos para o alivio da torcida, o domínio inicial do Arapongas já não era mais a tônica do jogo.

Treinador mexe bem e a vitória foi inevitável

O Atlético voltou para a segunda etapa com uma substituição. Héracles deu lugar para Bruno Costa. O Rubro-Negro paranaense voltou com outra postura e passou a atacar o adversário. Aos sete minutos, Edigar Junio cruzou na cabeça de Bruno Costa, que fuzilou o goleiro do Arapongas, colocando o Furacão na frente do placar.

Aos 17 minutos, Tiago Adan tentou encobrir Vinicius, mas não acertou o alvo. No lance seguinte, Guérron recebeu bom passe e acertou a trave. O jogo ficou pegado no meio-campo, com algumas faltas e erros de passes. Mesmo assim, o Atlético sofria quando o Arapongas tinha a posse de bola. Aos 29 minutos, após cobrança de falta, a bola passou perto da meta de Vinicius. Oito minutos mais tarde, Léo Itaperuna recebeu ótimo passe, mas o goleiro atleticano fechou o ângulo do atacante e fez boa defesa.

No lance seguinte, Guérron recebeu passe de Edigar e novamente a bola foi na trave. No último lance do jogo, o equatoriano finalizou para fora, já dentro da área.

O Atlético volta a campo no próximo domingo, às 16h. O adversário será o Coritiba, no estádio Couto Pereira.

%ficha=901%



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…