23 jun 2012 - 18h16

Ladeira abaixo

O Atlético voltou a jogar muito mal e perdeu para o Ceará, em Fortaleza, por 1 a 0. Paulo Baier teve a chance de empatar a partida no final, porém perdeu uma cobrança de pênalti.

O jogo começou equilibrado em Fortaleza. Enquanto o Ceará chutou uma bola na trave logo aos dois minutos de jogo, o Furacão teve boa chance aos 12 minutos. Paulo Baier cobrou falta e Fernando Henrique fez difícil defesa. A bola ainda chegou a bater na trave. Porém, aos 19 minutos o Atlético manteve a sina de tomar gols logo no início da partida. A zaga atleticana marcou bobeira e Romário abriu o placar para os cearenses. Os times pouco fizeram no restante da primeira etapa.

O técnico Ricardo Drubscky no intervalo trocou Heracles por Bruno Costa. Mesmo com a mudança, O Ceará começou a segunda etapa pressionando o Furacão. Drubscky voltou a trocar a equipe aos 12 minutos, colocando Ricardinho no lugar de Gabriel Marques e aos 22 minutos, entrando Bruno Mineiro no lugar de Fernandão.

O Ceará segurou a vantagem de forma inteligente, e nada o Atlético fez para igualar o placar. Porém, assim como contra o Boa Esporte quando o Atlético poderia igualar a partida mesmo jogando mal, o Furacão ganhou a oportunidade de empatar quando Daniel Marques cometeu pênalti em Edigar Junio, aos 38 minutos. Paulo Baier chutou mal e Fernando Henrique fez a defesa.

O Atlético tentará se recuperar nesta Série B no próximo sábado, quando enfrentará o Bragantino no Carenguejão, em Paranaguá.

%ficha=915%



Últimas Notícias

Libertadores

Hoje é um novo dia…..

…. de um novo tempo/que começou Nesses novos dias/as alegrias/ serão de todos/é só querer. Esses nossos sonhos/ serão verdade o futuro já começou.  …

Fala, Atleticano

Mais do mesmo

Não consigo ver futuro no futebol que o meu time está praticando. Ou seja, não está jogando nada já faz um bom tempo. Vejamos: zagueiro…

Fala, Atleticano

Reflexões…

Após a Derrota contra o Fluminense… Nosso “DT” Felipão, implorou pelo apoio da torcida no jogo de quarta, pois é “vida ou morte”… O Atlhetico…

Fala, Atleticano

Nunca foi unanimidade

Nunca ele foi unanimidade perante a torcida do CAP, o “queridinho” do Petraglia, só conseguiu um destaque em 2018, sob a batuta do Thiago Nunes,…