4 ago 2012 - 18h16

Decepção, mais uma vez!

O Furacão recebeu o São Caetano na ensolarada tarde deste sábado, em Paranaguá, mas apesar da estreia de três reforços, acabou decepcionando mais uma vez a torcida e perdeu pelo placar de 1 a 0.

Contando com algumas modificações, principalmente do meio para frente, a equipe comandada pelo técnico Jorginho contou com as estreias do atacante Marcão, recém-contratado junto ao Atlético-GO e também do meia Henrique, que foi emprestado pela Portuguesa, em uma troca com o atacante Bruno Mineiro.

O meia Felipe, que já havia feito sua estreia no meio de semana, na vitória sobre o Guaratinguetá, também foi “apresentado” a torcida atleticana presente no estádio Caranguejão. Outra novidade na equipe titular foi o jovem atacante Taiberson, que ganhou a vaga de Marcelo.

A partida começou bastante movimentada e antes dos cinco minutos cada equipe teve um lance de perigo. Logo no primeiro minuto, Gabriel Marques desceu pela direita, cruzou rasteiro e Taiberson fechou na primeira trave, porém o toque saiu fraco e ficou nas mãos do goleiro Luiz.

O São Caetano respondeu com o centroavante Somália. O grandalhão recebeu a bola dentro da área mas na hora do giro foi desarmado por Manoel.

Apesar do ritmo acelerado, as previsões do técnico Jorginho pareciam se confirmar. Com bastante dificuldade na criação, o Furacão tinha o domínio da posse de bola, porém sofria com muitos erros de passe com ligação direta entre defesa e ataque. O Azulão, por sua vez, se mantinha fechado e buscava as jogadas em contra-ataque, porém também esbarrava em erros de passes do seu meio de campo.

Aos 21 minutos o São Caetano voltou a assustar. Após cobrança de falta, o zagueiro Gabriel ganhou a disputa por cima e cabeceou com perigo, à esquerda do gol de Weverton. Dez minutos depois, Taiberson arriscou chute de fora da área mas a bola subiu e não levou perigo.

Vendo que o jogo coletivo não funcionava, o volante Derley tentou fazer tudo sozinho, aos 36 minutos. O camisa oito carregou a bola desde a intermediária, driblou dois marcadores mas quando ir armar o chute, já dentro da área, a zaga do São Caetano despachou a bola pela lateral.

Antes do intervalo, aos 42 minutos, o Furacão quase abriu o placar com o estreante Marcão em uma das raras jogadas bem trabalhadas pelo Atlético. João Paulo fez boa tabela com Taiberson e tocou rasteiro para o centroavante desviar com o pé direito, mas o goleiro Luiz fez bonita defesa, evitando o gol.

Segundo tempo: futebol ruim e mais uma derrota como mandante

Ambas as equipes voltaram para o segundo tempo com a mesma formação. Além dos jogadores, o padrão de jogo também foi o mesmo do início do primeiro tempo: muita correria e erros de passes.

Aos oito minutos o Furacão chegou bem pelo lado esquerdo com Taiberson, que chutou rasteiro para defesa segura de Luiz. O jovem atacante rubro-negro era um dos poucos jogadores que procurava o jogo e incomodava a defesa do São Caetano.

Aos 14 minutos o Azulão teve boa chance de abrir o placar após bobeira de Felipe. O camisa 10 do Furacão entregou a bola de graça para Danielzinho, mas conseguiu se recuperar e impedir que o atacante saísse na cara de Weverton.

Henrique fez sua estreia diante do Azulão [foto: FURACAO.COM/Joka Madruga]


Mais organizado em campo, o São Caetano melhorou com as entradas de Pedro Carmona e Geovane e chegou com perigo novamente aos 22 minutos da etapa complementar. Pedro Carmona limpou pela esquerda e bateu com força, mas Weverton fez grande defesa e mandou para escanteio. Na sequência, porém, o Atlético não se safou. Após a cobrança de escanteio, Somália escorou de cabeça a bola sobrou para Geovane cabecear para o fundo das redes e abrir o placar em Paranaguá.

Na tentativa de buscar o placar, o técnico Jorginho mexeu pela última vez no time ao colocar o meia Elias, estreante, no lugar do também estreante Marcão. Dez minutos antes Marcelo e Tiago Adan já haviam entrado nos lugares de Gabriel Marques e Felipe, respectivamente.

Aos 30 minutos, Tiago Adan dividiu com o goleiro e tocou para o gol vazio, mas o lateral Samuel Santos conseguiu afastar o perigo.

Perdido em campo, o Atlético ainda viu Somália quase ampliar o marcador aos 38 minutos, mas o centroavante pegou mal na bola e mandou por cima do gol, perdendo chance clara.

Até o apito final o Atlético tentou pressionar, mas sem sucesso algum. Com a derrota para o São Caetano, pelo placar de 1 a 0, a equipe comandada pelo técnico Jorginho amargou sua segunda derrota consecutiva como mandante na Série B.

%ficha=924%



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…