15 out 2013 - 20h12

Denunciado, Furacão será julgado no STJD na sexta

As confusões no Atletiba do último dia 6 devem render punição ao Furacão. O clube será julgado na próxima sexta-feira (18) pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pela briga nas arquibancadas da Vila Capanema, arremesso de um isqueiro no gramado, problemas no alambrado e atraso no reinício da partida.

Podendo ser punido com perdas de mandos (um a 20 jogos) e multa (R$ 100 a R$ 200 mil), o Atlético foi enquadrado em quatro artigos do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O primeiro foi o artigo 191, ‘por deixar de cumprir ou dificultar o cumprimento de regulamento, gral ou especial de competição’. O segundo foi o 206, devido ao ‘atraso de partida’. O terceiro foi o 211, ‘por deixar de manter o local que tenha indicado para a realização do evento com infraestrutura necessária a assegurar plena garantia e segurança para a sua realização’. Por fim, o clube foi denunciado no artigo 213, ‘por deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto, e pelo lançamento de objetos no campo ou local da disputa do evento desportivo’.

Após as confusões, o Atlético suspendeu os sócios envolvidos na briga e anunciou mudanças na setorização do estádio, que desde a partida contra a Portuguesa está dividido em três setores.

O julgamento do processo 105/2013 acontece a partir das 14h e o Furacão será defendido pelo advogado Domingos Moro. Clique aqui para ver a pauta da 5ª Comissão Disciplinar do STJD.



Últimas Notícias

Brasileiro

Desastre aéreo no Maracanã

O Athletico foi massacrado pelo Flamengo, que impôs 5 a 0, ao natural, nesse domingo(14), diante de 62 mil pessoas, no Maracanã, pela 22ª rodada…