23 dez 2013 - 12h22

Dossiê 2013: Os goleiros do Furacão

Foram 51 partidas entre Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil neste 2013. O ano está chegando ao fim e é hora de analisar os jogadores utilizados na temporada. Superando desconfianças, o Furacão que começou com Ricardo Drubscky e terminou com Vagner Mancini ficou em terceiro lugar no Brasileirão e chegou à final da Copa do Brasil. Foram 24 vitórias, 15 empates e 12 derrotas. Ainda teve Éderson, o grande artilheiro da temporada, e Marcelo como destaque.

Confira abaixo uma análise dos arqueiros do Furacão:

WEVERTON
Foram 51 jogos com a camisa rubro-negra. O dono da camisa 12 foi o único a atuar em todas as partidas do Furacão no Brasileiro e Copa do Brasil. Cem por cento titular, Weverton foi vibrante e conquistou a confiança da torcida. Ele, que chegou ao clube em março de 2011, fez 116 defesas ao longo das 38 rodadas do Campeonato Brasileiro. Com contrato até maio de 2015, o goleiro parece ter garantido que os torcedores podem ficar tranquilos quanto à meta atleticana.

SANTOS
O reserva Santos entrou em apenas um jogo no Campeonato Brasileiro, na derrota para o Goiás, na 30ª rodada, após Weverton passar mal ainda no primeiro tempo. O goleiro, que tem contrato com o Furacão até fevereiro de 2016, poderá tanto atuar pelo Sub-23 quanto continuar compondo o elenco titular. Jovem, também conta com o prestígio da torcida.



Últimas Notícias

Libertadores

Hoje é um novo dia…..

…. de um novo tempo/que começou Nesses novos dias/as alegrias/ serão de todos/é só querer. Esses nossos sonhos/ serão verdade o futuro já começou.  …

Fala, Atleticano

Mais do mesmo

Não consigo ver futuro no futebol que o meu time está praticando. Ou seja, não está jogando nada já faz um bom tempo. Vejamos: zagueiro…

Fala, Atleticano

Reflexões…

Após a Derrota contra o Fluminense… Nosso “DT” Felipão, implorou pelo apoio da torcida no jogo de quarta, pois é “vida ou morte”… O Atlhetico…

Fala, Atleticano

Nunca foi unanimidade

Nunca ele foi unanimidade perante a torcida do CAP, o “queridinho” do Petraglia, só conseguiu um destaque em 2018, sob a batuta do Thiago Nunes,…