18 maio 2015 - 18h16

Pouca força fora de casa

O fraco desempenho atleticano no ano é refletido em diversos números. Depois de se ver obrigado a disputar o vexatório “Torneio da Morte” para se livrar do rebaixamento, ao não conseguir ficar entre oito de doze equipes que disputaram a primeira fase do estadual, o Atlético conseguiu a proeza de ser eliminado em casa para a modesta equipe do Tupi de Minas Gerais ainda na segunda fase da Copa do Brasil, escancarando as deficiências do elenco.

Um dos motivos da fraca e decepcionante campanha atleticana no ano é o retrospecto fora de casa. O Atlético disputou até agora doze partidas oficiais longe do Joaquim Américo com a ridícula campanha de sete derrotas, três empates e somente duas vitórias, justamente para os dois rebaixados do Paranaense 2015: Prudentópolis e Nacional em Rolândia. A equipe fez oito gols, sendo quatro em somente uma partida (contra o rebaixado Prudentópolis) e sofreu doze, sendo dois deles pela Copa do Brasil e outros dois diante do Goiás no último final de semana.

Nos próximos cinco confrontos o Furacão recebe em casa o Galo Mineiro (próximo domingo), Figueirense (03 de junho) e Vasco (06 de junho) e visita as equipes do Joinville (30 de maio) e do Grêmio em Porto Alegre (14 de junho), chances em que o rubro-negro terá que buscar pontuar para se manter em posição confortável na tabela.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…