11 jun 2015 - 17h07

Ex-secretário municipal da Copa é preso pela PF

Luiz de Carvalho, ex-secretário municipal de Curitiba para a Copa do Mundo de 2014, foi preso em Curitiba, nesta quinta-feira (11), em uma ação da Polícia Federal para combater lavagem de dinheiro, entre outros crimes. Ele é suspeito de atuar como doleiro. A Operação Vitória deteve mais dez pessoas, entre elas o ex-vice-presidente do Banco Brasil Allan Simões Toledo. O grupo é suspeito de desviar cerca de R$ 3 bilhões nos últimos três anos.

Carvalho ficou no cargo, também conhecido como “gestor da Copa”, entre 2007, quando a prefeitura era dirigida por Beto Richa (PSDB), hoje governador; e 2013, quando Gustavo Fruet (PDT) tomou posse e o substituiu por Reginaldo Cordeiro, que executou a função até o fim do Mundial. Carvalho já ocupou outros cargos na administração pública, como presidente do Instituto Municipal de Turismo de Curitiba.

A PF também cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa do ex-secretário. O material apreendido e o próprio Carvalho serão transferidos para São Paulo, onde a operação se concentrou, realizada por cerca de 130 policiais federais.

Os agentes cumpriram 11 mandados de prisão, dois mandados de condução coercitiva e 30 mandados de busca e apreensão nas cidades de São Paulo, Araras, Indaiatuba, Santa Bárbara do Oeste, todas no interior paulista,além de Curitiba e Resende (RJ).

Os investigados responderão pelos crimes de evasão de divisas, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e organização criminosa.



Últimas Notícias

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…