16 jun 2015 - 9h13

Equilíbrio marca o Atletiba no Campeonato Brasileiro

Em partida válida pela 8ª rodada do Brasileirão, neste domingo (21) o Furacão recebe o seu maior rival, Coritiba, na Arena da Baixada, para tentar reassumir a liderança da competição e, de quebra, manter o alviverde entre os últimos colocados. Com a expectativa de casa cheia, considerando a mobilização da torcida e a promoção lançada pelo Clube, o maior clássico do futebol paranaense vai acontecer pela primeira vez na Baixada depois da reforma para a Copa do Mundo. Será, sem dúvida, mais um Atletiba que vai entrar para a história.

E por falar em história, além de manter o Atlético entre os primeiros colocados do certame e segurar o rival na zona do rebaixamento, uma vitória neste clássico também seria importante para as estatísticas: em confrontos válidos pelo Campeonato Brasileiro (Série A), marcados pelo equilíbrio, o Coritiba leva ligeira vantagem: em 32 jogos disputados entre 1973 e 2014, o alviverde venceu 12, o Furacão 11, tendo ocorrido ainda nove empates. O Rubro-Negro marcou 31 gols e sofreu 32, tendo saldo de um negativo.

Sendo assim, um resultado positivo do time de Milton Mendes é de fundamental importância não apenas para manter a boa fase do time, mas também para acirrar ainda mais a saudável disputa nos números entre a dupla Atletiba. Vale destacar que, se considerados apenas os clássicos disputados a partir de 2003, quando o Brasileirão passou a ser disputado por pontos corridos, o Furacão tem vantagem sobre o Coxa: das 16 partidas, venceu sete, empatou cinco e perdeu quatro.

Ao torcedor cabe fazer a sua parte, incentivando das arquibancadas durante os 90 minutos de jogo e lembrando, sempre, que rivalidade não combina com violência. Que a nação rubro-negra possa ajudar a escrever uma história de alegria e de paz.

* Com informações dos Helênicos, site mantido por torcedores do Coritiba.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…