19 jun 2015 - 20h54

Por um Atletiba de paz

“Vai ter festa na Baixada!” A famosa música que embala a torcida atleticana nos jogos na Arena promete ser a tônica do clássico Atletiba do próximo domingo (21), dentro e fora de campo. Essa pelo menos é a expectativa das diretorias de Atlético e Coritiba, que nesta sexta-feira (19) repetiram a entrevista coletiva conjunta já realizada em fevereiro, às vésperas do clássico pelo Campeonato Paranaense, e mostraram integração e união até mesmo no discurso pedindo por paz.

“Que [esse clima de paz] se retrate também na nossa cidade e nos nossos bairros. Que as torcidas, da mesma maneira, comportem-se. Deixem para dentro de campo, nas quatro linhas [a disputa]”, afirmou o presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, anfitrião do evento na Arena que contou também com a presença do técnico Milton Mendes e do capitão Weverton pelo lado atleticano e do presidente Rogério Bacellar, do técnico Ney Franco e do zagueiro e capitão coxa-branca, Luccas Claro.

“Atlético e Coritiba estão de parabéns por esta harmonia. Temos trabalhado de forma conjunta em busca do crescimento do futebol paranaense. Precisamos que ela [harmonia] se reflita a todos os torcedores para que o principal clássico do futebol paranaense tenha um momento de paz", completou o presidente do Coritiba.

Entre os atletas, o discurso para que o clima de alegria predomine no estádio e fora dele também foi marcante. “Que o torcedor venha para apoiar e possa retornar para suas casas em paz. Que a alegria fique dentro do estádio e que nada de ruim venha a acontecer”, emendou o goleiro Weverton, seguido por Luccas Claro: “Que no apito final a rivalidade acabe. Que todos os torcedores possam ir para casa bem. Esperamos que seja um clássico de paz, que esta mobilização aqui seja para mostrar isso e que todos aproveitem apenas do futebol”.



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…