7 out 2015 - 12h24

Atlético tem sua terceira pior sequência nos pontos corridos

A fase realmente não é boa. Desde o 1 a 0 fora de casa contra o xará mineiro, no dia 02 de Setembro, que o Atlético não sabe o que é vencer no Campeonato Brasileiro. Já se passaram 7 rodadas e o nono mês do ano se mostrou realmente negro para os atleticanos.

Dentro destas sete partidas, o Rubro-Negro sofreu 10 gols e marcou apenas 3, tendo acumulado 5 derrotas nos últimos cinco jogos – a segunda pior marca dos últimos anos. A sequência atual sem vitórias não só é a pior do Atlético nesta edição do Brasileiro, mas é a terceira pior na era dos pontos corridos – disputados desde 2003.

Em 2005, dividindo as atenções com a Libertadores, a qual chegou à final, o Furacão ficou as 10 primeiras rodadas sem vencer. Pior, acumulou 6 derrotas seguidas no período, marcando, também, 5 gols e sofrendo 14. A sequência foi quebrada com uma vitória diante do Coritiba, 1 a 0, gol de Evandro.

No fatídico ano de 2011, quando a equipe sofreu o campeonato todo e acabou rebaixada, as primeiras 10 rodadas também passaram sem que a torcida comemorasse uma vitória. Foram 4 derrotas em sequência, com 3 gols marcados e incríveis 16 gols sofridos. A primeira vitória veio contra o Botafogo, por 2 a 1, com os únicos dois gols da passagem do até hoje mal explicado Santiago "Morro" García pelo clube.

Desde 2003, a única temporada em que o Atlético não ficou ao menos quatro jogos seguidos sem vencer foi a de 2010. Naquele ano, a equipe ficou sem saborear uma vitória por 3 rodadas consecutivas, porém, foram 3 derrotas com apenas 1 gol pró e 6 gols contra.

A equipe, agora comandada por Cristóvão Borges, tentará quebrar a série ruim de resultados contra o Cruzeiro, na Baixada, no próximo dia 14. A presença da torcida é fundamental para que a equipe dê a volta por cima e volte a vencer.

Confira abaixo as sequências negativas ano a ano:

2003 – 4 jogos sem vencer, 2 derrotas seguidas, 2 GP e 7 GC;
2004 – 4 jogos sem vencer, 2 derrotas seguidas, 5 GP e 9 GC;
2005 – 10 jogos sem vencer, 6 derrotas seguidas, 5 GP e 14GC;
2006 – 6 jogos sem vencer, 3 derrotas seguidas, 6 GP e 12 GC;
2007 – 5 jogos sem vencer, sem derrotas em sequência, 8 GP e 10 GC;
2008 – 5 jogos sem vencer, 3 derrotas seguidas, 3 GP e 10 GC;
2009 – 5 jogos sem vencer, 3 derrotas seguidas, 5 GP e 13 GC;
2010 – 3 jogos sem vencer, 3 derrotas seguidas, 1 GP e 6 GC;
2011 – 10 jogos sem vencer, 4 derrotas seguidas, 3 GP e 16 GC;
2012 – 5 jogos sem vencer, sem derrotas em sequência, 2 GP e 6 GC;*
2013 – 4 jogos sem vencer, sem derrotas em sequência, 4 GP e 6 GC;
2014 – 6 jogos sem vencer, sem derrotas em sequência, 3 GP e 8 GC;
2015 (até o momento) – 7 jogos sem vencer, 5 derrotas seguidas, 3 GP e 10 GC.

Legenda GP = Gols Pró; GC = Gols Contra.
* – Em 2012 o clube disputou a Série B



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…