O Fala, Atleticano é um canal de manifestação da torcida do Atlético. Os textos abaixo publicados foram escritos por torcedores rubro-negros e não representam necessariamente a opinião dos responsáveis pelo site. Os autores se responsabilizam pelos textos por eles assinados. Para colaborar com um texto, clique aqui e siga as instruções. Confira abaixo os textos dos torcedores rubro-negros:
4 fev 2016 - 17h22

Crysan – vamos dar tempo ao tempo

Galera, o Crysan arrebentou na base. Vamos dar tempo pro jogador se desenvolver. Normalmente quando um garoto desses começa sua carreira arrebentando no profissional, é porque seu nível é de seleção – acho que esse é o caso do Otávio. Mas aquele que começa timidamente também pode render boas coisas e, às vezes, é queimado por cobrança excessiva e falta de autoconfiança, coisa que vem com o tempo. Lembro do Marcelo Cirino passando pelo mesmo perrengue. Só com o amadurecimento é que ele enfim cumpriu as expectativas aqui no Furacão, depois de ter passado um tempo fora pra ganhar cancha. O Marquinhos é a mesma coisa. Não estou dizendo que eles são super craques, mas acho precoce descer a lenha no desempenho desses garotos.

Lembro ainda alguns casos que pegamos em começo de carreira e trouxemos pro Furacão e depois mandamos embora sem aproveitar o potencial: Michel Bastos (bom jogador), Jorge Henrique (mediano, mas muito útil e aguerrido). São exemplos que já estão em final de carreira e que demonstraram um bom nível após amadurecerem, conquistando títulos importantes nos clubes por onde passaram. Claro que dificilmente ficaremos com um jogador pela vida inteira, mas às vezes é um desperdício de talento não acreditar ou desfazer dos caras à toa. Acredito no potencial do Crysan e do Marquinhos.

O Nathan é outro caso, mais complicado pela questão do litígio. O cara foi lançado no profissional e não jogou nada, mas lá fora os caras viram o potencial dele. O Bruno Motta é um que pode render bons frutos também se dermos tempo pro desenvolvimento dele. Nem todo mundo é Neymar, Messi, Ronaldo ou Ronaldinho Gaúcho, mas acredito que a galera que promove esses jovens pro profissional faz isso com uma boa avaliação do que cada jogador pode vir a ser. Quem acompanha nossos resultados na base, sabe que esses garotos que temos hoje destruíram quando passaram por lá. Com esse elenco, a pressão neles vai ficar menor. Confio que nos trarão alegrias em breve.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…