21 abr 2016 - 0h19

Adeus, Primeira Liga

O Atlético perdeu para o Fluminense por 1 a 0, nesta quarta-feira (20), em Juiz de Fora e deixou o título da Primeira Liga escapar. O gol foi de Marcos Júnior, no fim do segundo tempo.

Com o resultado, o Furacão segue em jejum de títulos desde 2009, quando foi campeão estadual, e perdeu a oportunidade de fazer história vencendo a primeira edição do campeonato.

O Fluminense começou o primeiro tempo com mais volume de jogo. E Gerson, aos 9 minutos, quase abriu o placar, mas parou na defesa de Weverton. A partir da metade da etapa inicial, o Atlético acordou e teve a chance mais clara da partida. Aos 37′, após jogada de Nikão, Vinicius acertou o travessão.

No segundo tempo, novamente, o Rubro-Negro começou mal. Porém, desta vez, não conseguiu recuperar-se durante o jogo e nem criar chances. Com Vinicius, Walter e Marcos Guilherme apagados dentro de campo, o Furacão não conseguia ficar com a bola nos pés.

Diferente do Fluminense, que voltou ligado e, com a habilidade do veterano Magno Alves e do jovem Eduardo Scarpa, chegava com perigo. O técnico Paulo Autuori tentando dar novo gás ao time colocou Pablo e Deivid nos lugares de Vinicius e Otávio. As mudanças, porém, não deram resultado. E, aos 35′, o time carioca chegou ao gol. Em um contra-ataque, após falha de Paulo André, a bola sobrou para Marcos Júnior, que invadiu a área e tocou por baixo das pernas de Weverton, 1 a 0.

Logo após o gol, Autuori colocou o atacante André Lima na vaga de Jadson, para buscar, pelo menos, o empate. Mas era tarde demais. O time foi para o abafa e bolas alçadas na área, sem nenhuma organização, e acabou perdendo mais um título.

MUDANÇAS ERRADAS E TARDIAS: O time não foi bem. Vinicius, Walter e Marcos Guilherme pouco jogaram. Mas as mudanças do técnico Paulo Autuori também influenciaram no resultado. Alterações erradas e a demora pela entrada do artilheiro André Lima contribuíram para a derrota.

CONFUSÃO: Após o término do jogo, torcedores do Fluminense tentaram invadir o campo e foram contidos pelos policiais militares de Minas, que usaram gás de pimenta. Os jogadores do Furacão acabaram atingidos, não foram receber as medalhas do vice-campeonato e a coletiva de imprensa foi cancelada.

OS GOLS:

1×0 – 35’/2º: Marcos Júnior – O atacante, que havia entrado no segundo tempo, aproveitou a falha da zaga atleticana, invadiu a área e tocou na saída de Weverton, dando o título ao Fluminense.

PRÓXIMOS JOGOS: Paraná (fora).

%ficha=1173%



Últimas Notícias