16 maio 2016 - 9h45

Autuori: "O primeiro jogo não representa absolutamente nada"

O técnico do Atlético, Paulo Autuori, minimizou a goleada sofrida pela equipe na estreia do Campeonato Brasileiro de 2016. No sábado, o time levou 4 a 0 do Palmeiras, em São Paulo. Apesar do resultado, o treinador foi taxativo ao dizer que não vai mexer na equipe. “Não vou mudar absolutamente nada”, disse Autuori. “Depois que faz 1 a 0, 2 a 0, o jogo fica fácil. O primeiro tempo estava perfeitamente controlado, embora tenha sofrido um gol. O jogo acabou para nós no momento que sofremos o 2º gol”.

Com a derrota e os demais resultados da 1ª rodada, o Atlético foi parar na lanterna do Brasileirão. Mas, para o treinador, o primeiro jogo da equipe na competição não é parâmetro. “Já vão falar em favoritos, isso é absurdo”, afirmou. “O primeiro jogo não representa absolutamente nada. Quem está dentro do futebol sabe que é impossível fazer qualquer tipo de análise em um jogo. Seria leviano”.

Segundo Autuori, o importante é corrigir erros pontuais e não perder o equilíbrio. “Já participei de muito jogos que ganhamos de 4, outros perdemos. Isso depende do que você erra, não do como você está”, disse ele. “Uma coisa é ‘estar’, outra coisa é ‘ser’. Quem ‘é’ tem equilíbrio entre os momentos bons e ruins”, filosofou. “Vamos aguardar a continuidade. Ninguém gosta de perder, ninguém gosta de perder dessa maneira. Vacilamos”.

Autuori citou alguns pontos em que a equipe pecou. “Temos estado bem defensivamente. Quando perdemos defensivamente, perdemos a mobilização. Isso é normal”, disse ele. O treinador falou ainda que o time errou na parte ofensiva. “Deixamos de jogar, usamos só o Walter na frente com passes longos, esse não é nosso jogo”, falou.

Arbitragem

O técnico evitou falar sobre arbitragem. Ainda no primeiro tempo, quando o jogo estava 1 a 0, o Atlético reclamou de uma inversão de falta, feita pelo árbitro Bruno Arleu Araújo. No lance, Paulo André fez falta em Lucas Barrios. O árbitro, contudo, marcou simulação de Barrios e iria expulsá-lo, mas voltou atrás e deu a falta a favor do Palmeiras.

“Não vou falar da arbitragem, isso é problema de quem é responsável. Não sou eu que tenho que analisar isso. Assumo do nosso lado, dos erros que cometemos. Dos erros de outros não tenho controle”, disse Autuori. “Vocês (imprensa) que analisem o que houve. O que não aceito é transferir o meu erro para outros. Se fizesse isso, cometeria o mesmo erro do árbitro”.



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…