1 jun 2016 - 22h32

Autuori: “Pagamos o preço por jogar futebol”

Mesmo após mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, dessa vez diante do Internacional, por 1 a 0, pela 5ª rodada da competição, o técnico do Atlético Paulo Autuori se mostra confiante com o desempenho do Rubro-Negro no campeonato. O Furacão possui apenas quatro pontos e é o 17º colocado, mas o treinador acredita que a equipe deve melhorar e está no caminho certo.

O treinador elogiou a postura do Furacão mesmo com a derrota e aprovou a proposta do time dentro de campo.
Autuori exaltou principalmente a forma com que o Atlético enfrentou o Inter, sem abdicar de sua filosofia de jogo, que envolve principalmente o controle da posse de bola: “Nossa equipe controla o jogo. Nosso último terço de campo pode ser mais agudo, mas isso é trabalho. A equipe têm jogado bem, com um bom futebol e coragem para não se apequenar em nenhum momento da partida”, disse.

O treinador também comentou sobre a dificuldade de jogar no Beira-Rio contra o Internacional, que é o líder do Brasileiro: “Estou orgulhoso com a atitude de nossos jogadores. Foi um jogo em que nosso goleiro não trabalhou em pleno Beira-Rio. Tem jogo que a gente ganha e fica com dúvidas, mas hoje foi um jogo que a gente perdeu, e não tenho dúvidas que será o melhor possível, que temos condições de fazer um Campeonato Brasileiro de acordo com a grandeza do Atlético”, conversou.

Mas o técnico atleticano saiu na bronca com o lance do gol da vitória do Colorado, onde Cleberson saiu após levar uma joelhada de Paulão. Além desse lance, aconteceram diversas faltas e o Inter saiu de campo com cinco jogadores amarelados: “Nós perdemos um jogador por traumatismo, mas eu não comento arbitragem. Minha critica é com o futebol brasileiro como um todo. Se a gente quer melhorar a qualidade do espetáculo, uma delas é que as equipes se preocupem em jogar futebol, com menos faltas e para isso temos uma equipe arrumada. Sofreu com isso, agora é ter tranquilidade. Pagamos o preço por jogar futebol”, desabafou.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…