7 jun 2016 - 9h41

Paulo Baier se aposentou neste final de semana

Chegou ao fim a carreira de Paulo Baier como jogador de futebol. Aos 41 anos de idade, sendo 21 deles dentro de campo, o agora ex-jogador anunciou a aposentadoria no domingo, quando disputou seu último jogo como profissional, com a camisa do São Luiz de Ijuí, time de sua cidade natal, contra o União Frederiquense, pela segunda divisão do Campeonato Gaúcho.

O empate por 0 a 0 e a consequente eliminação do São Luiz foi ofuscada pela despedida do longevo atleta, que recebeu uma placa especial das mãos do presidente do clube antes da partida, como forma de homenagem. Paulo Baier revelou que tem vontade de seguir a carreira de treinador.

“Acho que aos 41 anos, 21 de carreira, acho que pude fazer meu dever, meu melhor. Procurei me dedicar ao máximo. Estou feliz. Valeu por tudo. Queria deixar um abraço a todos os clubes por que passei. Vamos tentar como treinador quem sabe, me dedicar, fazer cursos”, declarou à RBS TV.

Com passagens por 15 clubes ao longo da carreira, Paulo Baier fez história no futebol brasileiro. Até o ano passado, o jogador que iniciou a carreira como lateral direito, mas depois passou para o meio, era o maior artilheiro da era dos pontos corridos, iniciada em 2003, com 106 gols marcados. Hoje, quem lidera tal estatística é Fred, atacante do Fluminense, que tem 115 tentos anotados e ainda está em atividade.

Paulo César Baier começou a vida profissional no São Luiz, em 1995, mesmo clube pelo qual se aposentou. Ainda vestiu as camisas de Criciúma (1997-98, 2002-03 e 2014), Atlético-MG (1998), Botafogo (1999), Vasco (1999), América-MG (2000-01), Santos (2001), Pelotas (2002), Goiás (2004-05 e 2007-08), Palmeiras (2006-07), Sport (2009), Atlético-PR (2009-13), Ypiranga (2015) e Juventude (2015).



Últimas Notícias

Brasileirão A1

Até empatar!

Pela nona rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 1 x 1 Anderson Daronco. Como já esperado, o jogo seria bastante brigado e equilibrado. O desequilíbrio…

Brasileirão A1

Pra espantar a zica

Pela oitava rodada do Brasileirão, na Baixada, Athletico 3 x 1 Criciúma. Precisando se recuperar das últimas péssimas atuações, o Athletico foi a campo pressionado.…

Opinião

O paradoxo de Cuca

Há motivos para se gostar de Cuca, não necessariamente pelo o que tem feito aqui, mas pelo seu histórico vencedor, estando claramente na prateleira de…

Brasileirão A1

Mais do mesmo…

Pela sétima rodada do Brasileirão, no Presidente Vargas, Fortaleza 1 x 0 Athletico. Se a dificuldade técnica do time do Athletico já era esperada para…