5 out 2016 - 21h59

Atleticanos protestam contra transferência do Atletiba

A torcida atleticana não perdoou a decisão da diretoria de transferir o Atletiba, da 31ª rodada do Campeonato Brasileiro, para a Vila Capanema. Muitos dos torcedores que estiveram presentes na vitória desta quarta-feira (05), contra a Chapecoense, por 3 a 1, aproveitaram para mostrar seu descontentamento com a decisão, seja por meio de xingamentos e vaias ou até mesmo por cartazes de protesto.

O primeiro protesto aconteceu após os gols da partida. Tanto no primeiro gol da Chapecoense, quanto nos outros três do Atlético, a torcida xingou o presidente do Conselho Deliberativo Mário Celso Petraglia. Já durante o jogo, alguns cartazes percorreram os setores do estádio, pedindo o “impeachment” na diretoria atleticana e reclamando da transferência do clássico para o estádio onde normalmente o Paraná Clube manda seus jogos, e que não comporta todos os sócios atleticanos em suas instalações.

A decisão de transferir o Atletiba para a Vila Capanema aconteceu nesta tarde, após Atlético e Coritiba discutirem uma solução para o mando de campo atleticano da partida, já que um dia antes do jogo, no dia (15), começam as instalações para o show do tenor Andrea Bocelli, que fará show na Arena da Baixada, no dia 19 de outubro, uma quarta-feira.

A solução encontrada foi manter a data da partida para o dia 16 de outubro, em um domingo, mas encaminhar o jogo para a Vila Capanema, que suporta 16 mil torcedores. O Atlético, por sua vez, possui 21 mil associados e não poderia abrigar todos no estádio, sendo que os sócios terão de habilitar seus smart cards no site do clube para poder ter acesso ao jogo, o que revoltou muitos torcedores, que garantem que todos os sócios tem direito de assistir ao clássico.



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…