5 out 2016 - 21h27

Finalmente!

Finalmente, a primeira vitória contra a Chapecoense nessa temporada veio. Depois de três empates, um pelo Campeonato Brasileiro e dois pela Copa do Brasil, o Furacão venceu a sina contra os catarinenses e aplicou um placar de 3 a 1, dentro da Arena, nesta quarta-feira (05), pela 29ª rodada do Brasileiro. Os gols atleticanos foram marcados por Hernani, no primeiro tempo, e por Pablo e Matheus Rosseto, na segunda etapa. A Chape descontou com Filipe Machado, na primeira etapa. Com o resultado, o Rubro-negro soma 45 pontos na tabela, na sexta posição, e assegura uma vaga no novo G6, que garante vaga na Libertadores. O próximo jogo é na quinta-feira (13), contra o Grêmio, na Arena do Grêmio, às 21h00.

O Atlético começou o jogo pressionando e por pouco não abriu o placar nos primeiros minutos. Logos aos três minutos, Lucas Fernandes escapou pela direita e cruzou na medida para Lucho González. Dentro da área, o argentino cabeceou com força, mas Danilo fez boa defesa. O ímpeto do Furacão parou quando, aos 17 minutos, em uma jogada ensaiada de escanteio, a Chape marcou. Dener bateu rasteiro e Cleber Santana chutou de primeira. A bola acabou batendo em um defensor do Furacão e sobrou no pé esquerdo de Filipe Machado, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo do gol. O Atlético tentou recuperar o domínio da partida e, já ao fim da primeira etapa, conseguiu furar o bloqueio da Chape. Lucas Fernandes foi derrubado por Dener, dentro da área, e o árbitro marcou pênalti. Hernani cobrou e colocou no canto oposto ao de Danilo, para igualar o marcador.

No segundo tempo, o Atlético foi dominante. Dono da posse de bola, o Furacão tentou pressionar os catarinenses, mas não conseguia converter o volume de jogo em gols, ou ao menos em lances perigosos. No final do jogo, porém, o Rubro-negro conseguiu furar o bloqueio do adversário e decretar sua primeira vitória contra a Chapecoense na temporada. Aos 38 minutos, após cobrança de escanteio, Pablo subiu mais alto que todo mundo, no meio da área e cabeceou firme, sem chances para Danilo. Quatro minutos depois, aos 42 minutos, Lucas Fernandes, que já havia infernizado a zaga catarinense durante toda a partida, fez boa jogada, mas foi desarmado. Matheus Rosseto, que vinha logo atrás, emendou um chute na sobra do lance e marcou um golaço, do meio da rua, o seu primeiro com a camisa do Furacão, decretando o placar de 3 a 1.

DESTAQUE POSITIVO: Lucas Fernandes. Apesar de não ter feito nenhum gol, o atleta teve participação em dois gols e infernizou a zaga da Chape.

OS GOLS

Chapecoense – 17’1º – Filipe Machado – Dener cobrou escanteio rasteiro e Cleber Santana chutou de primeira. A bola bateu no zagueiro e sobrou para Filipe Machado que, de primeira, marcou.
Atlético – 41’1º – Hernani – O jogador cobrou pênalti sofrido por Lucas Fernandes, no canto esquerdo de Danilo, sem chances para o goleiro.
Atlético – 38’2º – Pablo – O atacante aproveitou cobrança de escanteio e subiu livre para marcar, de cabeça.
Atlético – 41’1º – Matheus Rosseto – Após boa jogada de Lucas Fernandes, o jogador só teve o trabalho de pegar o rebote e marcar o terceiro gol do jogo.

PRÓXIMOS JOGOS: Grêmio (fora), Coritiba (casa) e América (fora).

%ficha=1211%



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…