15 out 2016 - 0h27

Conselho Administrativo lança nota de repúdio à Oposição

A novela Atletiba parece não ter fim. Depois da decisão da diretoria do Atlético de mudar o local da partida para a Vila Capanema, o grupo Atlético de Novo, que foi oposição nas últimas eleições para a presidência do clube, criticou a decisão e montou um requerimento contrário às últimas atitudes da diretoria. Nesta sexta-feira (14), o conselho administrativo decidiu lançar uma nota no site oficial em repúdio à ação.

Na nota, os membros do conselho administrativo dizem que o grupo que “se intitula como oposição” está querendo descontruir a atual administração e levar em conta apenas interesses pessoas, afetando o apoio ao time no Brasileiro. Eles afirmam, ainda, que o requerimento é um protesto sem legitimidade, pois o Atlético de Novo não tem mais nenhum direito jurídico.

A nota ainda continua dizendo que a chapa teria se unido às torcidas organizadas para confeccionar faixas ofensivas ao presidente do conselho deliberativo, Mario Celso Petraglia, e que os insatisfeitos com o resultado das eleições passadas se lembrem que “somos todos atleticanos”.

Por fim, o conselho diz que sempre irá rechaçar críticas aos atuais mandatários do clube, pois nada que a atual administração faça irá agradar aos opositores. E que a única preocupação é com o Atlético e os verdadeiros sócios e torcedores, que seriam aqueles que conseguem enxergar de forma positiva o que a diretoria tem feito.

Confira a nota na íntegra:

Os membros do Conselho Administrativo vêm a público apresentar seu repúdio às nefastas ações organizadas por um grupo que se intitula como “oposição” (rectius, minoria no pleito eleitoral em 2015) da atual administração do Atlético Paranaense.

Nos últimos dias, este grupo de irresignados tem buscado de todos os meios e formas uma contínua desconstrução do trabalho desta Gestão e, lamentavelmente, do momento vivido pelo Atlético Paranaense no Campeonato Brasileiro deste ano. Para estes “opositores”, que em sua grande parte sequer são sócios do Clube, prevalecem os anseios pessoais e a vertente do “quanto pior, melhor”, deixando de lado o que realmente importa ao Atlético, que é a demonstração pura, sincera e de apoio incondicional à trajetória do Clube nas competições em que disputa.

Diante de um pré-Atletiba, maior clássico do futebol paranaense, surgem malfadados “protestos”, com cartas desprovidas de legitimidade, pois assinadas por representantes da organização “Atlético De Novo”, numa referência à chapa política que perdeu as eleições em 2015.

Ora, tal organização, hoje, não possui qualquer personalidade jurídica e direito de petição ou manifestação frente ao Atlético Paranaense.

Ainda, em conluio com as torcidas organizadas, organizam e arrecadam fundos para a confecção de faixas ofensivas ao nome e à imagem do Presidente do Conselho Deliberativo, cuja biografia atleticana dispensa maiores comentários.

Para os insatisfeitos com o resultado democrático das eleições, fica nossa lembrança: somos todos ATLETICANOS.

A crítica desacompanhada do senso de equilíbrio e que adentra a senda pessoal dos atuais mandatários do Clube – democraticamente eleitos – é e sempre será rechaçada por esta Administração. Nossa preocupação é com o Atlético e seus verdadeiros sócios e torcedores, aqueles que conseguem ter a lucidez de enxergar com boa-fé os frutos alcançados pelo Clube nos últimos 04 (quatro) anos. Com aqueles que reconhecem de modo positivo a grandeza do projeto, a colocação da grama sintética (sim aquela mesmo que os “opositores” tanto reclamavam por um referendo nas eleições), a participação do Clube na final da primeira Copa da Primeira Liga, o título do Campeonato Paranaense e, hoje, a disputa por uma colocação na Copa Libertadores da América de 2017.

Nada que se faça ou conquiste por esta Administração será do agrado dos “opositores”. Afinal, para eles, o que realmente importa é criar factoides e enaltecer qualquer adversidade que o Clube enfrente, na mais pura definição de “oportunismo”.

O Clube Atlético Paranaense merece mais respeito, mesmo daqueles que divergem da atual posição de seus mandatários, pois, afinal, o que realmente e tão somente importa é o Atlético. E este, não temos nenhuma dúvida, corre na linha do crescimento e das vitórias.

CONSELHO ADMINISTRATIVO



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…