2 dez 2016 - 22h15

Comissão anuncia mosaico em homenagem à Chapecoense

A torcida atleticana fará uma homenagem especial à Chapecoense no próximo domingo (11), no jogo contra o Flamengo, na Arena da Baixada. O Mosaico Furacão, que já tinha sido anunciado na semana passada uma edição especial na última rodada do Brasileirão, homenageará o clube catarinense, familiares e amigos das vítimas e toda a população de Chapecó.

“Faremos o Mosaico em homenagem à Chapecoense. Assim como cada atleticano que nos escreveu solicitando a alteração, nós entendemos que não há espaço para individualismos, que nossas cores são algo secundário em face de tudo o que ocorreu. Neste momento de imensa tristeza, a união e solidariedade mostram o caminho que devemos trilhar. Porque nunca foi e nunca será “só” futebol!”, escreveu a comissão em sua página no Facebook.

Na madrugada de terça-feira, o avião que transportava a delegação da Chapecoense para o primeiro jogo da decisão da Copa Sul-Americana à Colômbia, contra o Atlético Nacional, caiu quando se aproximava de Medellín. No total, foram 71 mortos e 6 sobreviventes no acidente com a aeronave. Entre as vítimas, 48 eram membros da Chapecoense, incluindo 22 jogadores, e mais 21 jornalistas e três convidados, além da tripulação.

Desde o acidente, o Atlético e a torcida atleticana fizeram ações para homenagear a Chape: a Arena da Baixada ganhou nos últimos dias a cor verde, em homenagem ao clube catarinense, além de um abraço com oração, realizado pela torcida na quarta-feira, quando seria disputada a partida contra os colombianos.

Entre as vítimas do trágico acidente estão profissionais que passaram pelo Atlético. O ex-técnico Mário Sérgio, que dirigiu o Furacão em 2001, 2003-2004 e 2008, morreu no acidente – ele era comentarista da Fox Sports e estava no voo com outros colegas para trabalhar na transmissão do jogo. Além dele, o meia Cléber Santana, que passou pelo Rubro-Negro em 2011, também foi vítima do acidente. Um outro jogador da Chapecoense que jogou pelo Atlético e estava no voo é o lateral-esquerda Alan Ruschel, um dos seis sobreviventes.

Confira o comunicado da Comissão de Mosaicos:

Amigos atleticanos,
Recebemos inúmeras mensagens com pedidos para que a próxima edição do Mosaico Furacão fizesse homenagem à Chapecoense.
Quando soubemos da tragédia, o material já havia sido enviado à gráfica. Por isso, nestes últimos dias, trabalhamos para mudar todo o planejamento e não podíamos nos pronunciar sem que houvesse certeza da viabilidade da ação.
Hoje, com tudo já organizado e resolvido, podemos dizer a todos: faremos o Mosaico em homenagem à Chapecoense.
Assim como cada atleticano que nos escreveu solicitando a alteração, nós entendemos que não há espaço para individualismos, que nossas cores são algo secundário em face de tudo o que ocorreu.
Neste momento de imensa tristeza, a união e solidariedade mostram o caminho que devemos trilhar. Porque nunca foi e nunca será “só” futebol!
SRN
#forçaChape



Últimas Notícias

Libertadores

Hoje é um novo dia…..

…. de um novo tempo/que começou Nesses novos dias/as alegrias/ serão de todos/é só querer. Esses nossos sonhos/ serão verdade o futuro já começou.  …

Fala, Atleticano

Mais do mesmo

Não consigo ver futuro no futebol que o meu time está praticando. Ou seja, não está jogando nada já faz um bom tempo. Vejamos: zagueiro…

Fala, Atleticano

Reflexões…

Após a Derrota contra o Fluminense… Nosso “DT” Felipão, implorou pelo apoio da torcida no jogo de quarta, pois é “vida ou morte”… O Atlhetico…

Fala, Atleticano

Nunca foi unanimidade

Nunca ele foi unanimidade perante a torcida do CAP, o “queridinho” do Petraglia, só conseguiu um destaque em 2018, sob a batuta do Thiago Nunes,…