11 dez 2016 - 19h09

LIBERTADORES!!!

Em um jogo emocionante, o Atlético empatou sem gols contra o Flamengo, pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Furacão atingiu 57 pontos e se garantiu na sexta posição do torneio, dentro do G6. O Rubro-negro teve sua terceira melhor participação na história dos pontos corridos do Brasileiro e participará de sua quinta Copa Libertadores no ano que vem, pela fase de grupos da competição.

O jogo começou em ritmo acelerado, com as duas equipes parando pouco com a bola, mas aos poucos o Atlético começou a ter mais chances, apesar de menos volume de jogo. Aos oito minutos, o Furacão teve sua primeira chance. Lucho recebeu lançamento dentro da área e ajeito para André Lima, pelo alto. O atacante cabeceou frente a frente com Muralha, mas o goleiro flamenguista espalmou para a linha de fundo. Aos 11 minutos, Léo escapou pela direita e cruzou para André Lima cabecear, mas, pressionado, o atacante não conseguiu concluir com muito perigo. Aos 19 minutos, foi a vez de Pablo escapar pela esquerda, correr em direção ao meio e chutar de média distância, mas para fora da meta do Flamengo. Já para a metade final da primeira etapa, o Furacão continuou buscando o gol, principalmente com cruzamentos pelo lado direito, mas não encontrou condições claras de marcar, enquanto o Fla não conseguia chegar com perigo ao ataque. Em um dos últimos lances da primeira etapa, Nikão cobrou falta pela direita e Réver desviou para a própria meta, mas Muralha impediu o gol contra.

Na segunda etapa, o Flamengo assustou logo no primeiro minuto, com Leandro Damião. O atacante recebeu na direita e arriscou um chute cruzado de média distância, que passou próximo ao ângulo de Weverton. Aos três minutos, Hernani respondeu com um belo chute de fora da área, pelo lado esquerdo, mas exigiu defesa de Muralha pelo alto. Aos cinco minutos, Pablo repetiu o lance, saindo da esquerda, cortando para o meio e arriscando de longe, para nova defesa de Muralha. Aos 12 minutos, Nikão recebeu na direita, cortou para o meio, chutou e, assim como o Atlético repetia a forma das finalizações, Muralha fez mais uma defesa. Aos 24 minutos, Hernani recebeu de Nikão, no meio da área, puxou para a perna esquerda e chutou no canto esquerda de Muralha, mas a bola foi para fora, passando muito perto. A partir daí, o Furacão começou a tocar a bola no meio de campo, mas sem conseguir achar espaços na zaga do Flamengo, aumentando a ansiedade da torcida. Já ao fim da partida, aos 37 minutos, Hernani cobrou rasteiro falta de meia distância e exigiu outra boa defesa de Muralha, que estava se consagrando na partida. Aos 38 minutos, Hernani arriscou novo chute de longa distância e por muito pouco não acertou o ângulo esquerdo do Flamengo. Mesmo tentando muito, o Furacão não furou o bloqueio carioca, mas garantiu a classificação para a Libertadores.

DESTAQUE POSITIVO: Torcida atleticana. Além de comparecer em peso, os atleticanos deram um show de solidariedade à Chapecoense.

%ficha=1220%



Últimas Notícias

Fala, Atleticano

Resumão

Resolvi escrever o texto somente hoje… Depois do jogo do Ceará, em que o time fez uma boa partida, curiosamente não foi comandado por Felipão…

Fala, Atleticano

Expectativa

Pois é, o que tenho agora é uma expectativa em relação ao futuro do CAP neste ano. Mudamos de técnico, alguns jogadores chegaram, outros foram…