25 jan 2017 - 23h09

Técnico elege velocidade como arma para a temporada

Um time com troca de passes e construção de jogadas rápidas. É assim que o técnico Paulo Autuori desenha a formação tática atleticana para a temporada 2017 e que deve começar a colocar em prática na próxima quarta-feira (01), contra o Millonarios, da Colômbia, na estreia do Atlético na Libertadores da América.

“A nossa saída [de bola] na construção [das jogadas] ficou muito mais rápida, o Lucho e o Luis Otávio jogaram mais para frente. Nesses primeiros dias de trabalho, me chamou atenção a maneira como a equipe acelerou a construção e também a transição do jogo”, avaliou o técnico, após o empate sem gols no amistoso com o Peñarol, alertando para um ponto que precisa de mais atenção: “A equipe acelerou bastante o jogo e agora é importante ter atenção na definição”.

Apesar dos erros na finalização e do placar fechado, Autuori elogiou a postura do time em campo, que já esboça uma formação para a estreia na Libertadores – o goleiro Weverton, o atacante Grafite e meia Carlos Alberto foram as ausências no amistoso, mas devem estar em campo contra o Millonarios. “Taticamente nossa equipe foi muito organizada, manteve isso do ano passado e mostrou que temos condições de fazer uma equipe competitiva”, avaliou.

Autuori também elogiou as estreias do meia Felipe Gedoz e do atacante Luis Henrique. “Estiveram bem, entrosados em relação àquilo que a gente pretende, cada um com sua característica, mas são jogadores importantes, com muita potência”, disse. “O Luis é um jogador de área, finalizou pelo menos quatro vezes, poderia ter feito gols. É importante a presença de área e a maneira como se portou com a equipe”, completou.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…