4 fev 2017 - 19h00

Mais um empate no Estadual

Com apenas Weverton, Léo e Nikão e o restante de garotos da base, o Atlético ficou no 2 a 2 com o PSTC na tarde deste sábado (4), na Arena da Baixada, pela terceira rodada do Campeonato Paranaense. Os gols foram de Rossetto e Matheus Anjos para o Furacão. Carlos Henrique e Erick igualaram para os visitantes.

Com o resultado, o Rubro-Negro está na quinta posição, com apenas dois pontos – lembrando que o Atlético tem apenas duas partidas, o jogo contra o Toledo, válido pela segunda rodada, ainda está sem data definida.

O próximo duelo do Furacão pelo Estadual será diante do Prudentópolis, no domingo (12), às 17h, no Estádio Newton Agibert. Antes, o Rubro-Negro enfrenta o Millonarios na quarta-feira (8), às 21h45, na Colômbia, pelo jogo de volta da Libertadores.

De dar sono

Furacão e PSTC protagonizaram um primeiro tempo sonolento. O time visitante foi o primeiro a assustar com um arremate de Erick, que fez o goleiro Weverton desviar para escanteio. O PSTC tentava levar perigo, principalmente pela direita, com o próprio camisa 11, mas a zaga atleticana afastava. Já o Atlético chegou duas vezes com Murillo. Na primeira, ele chutou para fora. Depois, tentou encobrir Juninho, mas o goleiro defendeu. Sem grandes chances e com os meios de campo sem criatividade, as equipes foram para os vestiários com o placar zerado.

No segundo tempo, o Atlético voltou melhor e, logo aos seis minutos, Rossetto aproveitou cruzamento de Matheus Anjos e abriu o placar para o Furacão, 1 a 0. Após o gol, o técnico Paulo Autuori tirou Crysan e colocou o atacante Bruno Rodrigues, em busca de mais velocidade pela esquerda. Porém, foi o PSTC que balançou as redes. De pênalti, Carlos Henrique empatou aos 22 minutos, 1 a 1.

O Rubro-Negro sentiu o gol e, minutos depois, os visitantes viraram a partida. Após escanteio, Lucão subiu mais alto que a zaga atleticana e marcou, 2 a 1. Já nos minutos finais de jogo, o Atlético conseguiu igualar o placar também em cobrança de pênalti, após Paulinho colocar a mão na bola dentro da área. Matheus Anjos cobrou sem chances para o goleiro Juninho. Em um jogo de pouca criatividade, o empate foi o resultado mais justo.

DESTAQUES POSITIVOS: Nikão e Murillo. Apesar de o time não apresentar um bom futebol individual, Nikão foi o principal jogador para armar jogadas e o que mais apresentou perigo ao PSTC. Murillo também surpreendeu, com boa movimentação em campo.

DESTAQUE NEGATIVO: Crysan não fez, mais uma vez, uma boa partida. Já contra o Millonarios, pela Libertadores, não apresentou um bom futebol e jogando no Paranaense não foi diferente. Sem ritmo e errando muito, saiu de campo com vaias da torcida.

OS GOLS
1×0 – 06’/2º: Matheus Rossetto – Matheus dos Anjos fez tabela com Nikão pela direita e cruzou para a área, Rossetto aparece e finaliza para o gol.
1×1 – 21’/2º: Carlos Henrique – Driblou Marcão e foi travado, ganhando o pênalti. Bateu no canto direito do gol.
1×2 – 26’/2º: Erick – Escanteio cobrado por Boré, Erick subiu e cabeceou não dando chances a defesa.
2×2 – 43’/2º: Matheus Anjos – Renan Lodi divide a bola com Cleverson, que toca com a mão na bola e o árbitro marca pênalti. Matheus Anjos cobra e empata o jogo.

PRÓXIMOS JOGOS: Millonarios (fora), Prudentópolis (fora), Coritiba (casa).

%ficha=1223%



Últimas Notícias

Notícias

Já faz um ano….

Neste dia 04 de março faz exatamente um ano que o torcedor atleticano viu o Furacão de perto, ao vivo e em cores dentro da…