22 fev 2017 - 16h19

Autuori pede atenção nas bolas paradas do Capiatá

O Furacão precisa de uma vitória a qualquer custo contra o Deportivo Capiatá nesta quarta-feira (22), às 21h45, no Paraguai, se quiser avançar à fase de grupos da Libertadores. Para o técnico Paulo Autuori, o Rubro-Negro precisa ter atenção nas bolas paradas do adversário, jogadas que foram determinantes em dois gols na partida de ida, que terminou 3 a 3.

"Temos uma ideia clara do que será o jogo deles. Não vai fugir muito das características que apresentaram. É uma equipe que trabalha muito com bolas longas, disputando a primeira e a segunda [bola]. Precisamos estar atentos. Precisamos ter muita atenção também nas bolas paradas, ponto que somos muito fortes, sempre fomos. Coisa que no último jogo contra eles erramos, o que não é natural", afirmou o treinador.

O time que entrará em campo deve ter apenas uma mudança, com Carlos Alberto no lugar de Felipe Gedoz. Assim, o Atlético conta com: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio e Lucho González; Nikão, Carlos Alberto (Gedoz) e Pablo; Grafite.

Após o empate por 3 a 3 na ida, o Furacão precisa de uma vitória simples para avançar à fase de grupos. Empates por 0 a 0, 1 a 1 ou 2 a 2 dão a vaga ao time paraguaio. Um novo 3 a 3, leva a decisão para os pênaltis. Já empates por 4 a 4 ou mais, são favoráveis ao Atlético.



Últimas Notícias

Opinião

Está na hora de chocar o mundo

É, querido Roque. É chegada a hora da despedida. Quando você veio, sabíamos que tinha prazo determinado para que isso acontecesse. Mas não é fácil…