23 maio 2017 - 21h48

Novo técnico iniciou a carreira como preparador físico

Novo técnico do Atlético, Eduardo Baptista tem uma carreira “novata” no comando técnico de clubes. Iniciou na função como interino no Sport, em 2014, e o Atlético é o quinto clube do treinador, que além dos pernambucanos também dirigiu Fluminense, Ponte Preta e Palmeiras. Mas antes de estrear como técnico, ele já integrava comissões técnicas, na função de preparador físico.

Natural de Campinas-SP, Eduardo Baptista foi jogador nas divisões de base do Juventus e Ponte Preta, mas abandonou a carreira antes de chegar no profissional. Em 2002 começou os trabalhos como preparador físico do Goiás e depois atuou por nove temporadas ao lado do pai, Nelsinho Baptista.

Em 2012, foi contratado pelo Sport ainda para a função de preparador físico, assumindo o cargo de técnico-interino em 2014, após a demissão de Geninho. Teve um bom trabalho e foi efetivado no cargo, levando o clube aos títulos da Copa do Nordeste e do Campeonato Pernambucano. No ano seguinte, levou o Sport a um excelente início de Campeonato Brasileiro, passando 14 rodadas entre os quatro primeiros colocados.

Em setembro de 2015 assumiu o comando do Fluminense e em abril de 2016 chegou à Ponte Preta. No final do ano passado assinou com o então campeão Brasileiro Palmeiras, sendo demitido após duas derrotas consecutivas: 3 a 0 para o Ponte Preta, na semifinal do Campeonato Paulista, e 3 a 2 para o Jorge Wilstermann-BOL, na Libertadores.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…