21 jun 2017 - 23h38

CPF na nota?

Mais uma vez, a história se repetiu. Sem conseguir fugir do Caldeirão, o São Paulo foi novamente derrotado pelo Atlético na Arena da Baixada nesta quarta (21), em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória atleticana foi marcado por Wanderson, logo aos 3’/1º. Com o resultado, o Furacão deu um salto na tabela e deixou para trás a ZR e o próprio tricolor paulista. Mas não foi fácil, não senhor!

O Atlético começou com tudo, partindo para cima e pressionando o São Paulo. Logo aos 3’/1º, Grafite recebeu na esquerda e bateu para o gol, exigindo boa defesa do goleiro são paulino. Na cobrança do escanteio, Wanderson conseguiu dominar a bola na pequena área e bateu de esquerda para abrir o placar na Arena. Em seguida, aos 5’/1º, Nikão fez boa jogada e teve chance de ampliar, mas Renan Ribeiro defendeu duas vezes seguidas. E foi só. O Rubro-Negro recuou demais e o Tricolor saiu para o ataque e quase empatou aos 13’/1º, com Cueva, que voltou a levar perigo aos 19’/1º. Aos 27/1º, Nikão arriscou chute de longe para nova defesa de Renan Ribeiro e, um minuto depois, Cícero respondeu pelo São Paulo, mas Cueva estava em posição de impedimento. O time paulistano ainda levou perigo aos 39’/1º, com Jucilei, que chutou forte mas Thiago Heleno desviou. Aos 42’/1º, Lucas Pratto tentou de cabeça, mas mandou para fora. E a melhor chance do Atlético ampliar o placar saiu aos 43’/1º, quando Lugano recuou bisonhamente no contrapé do goleiro, que só ficou torcendo e viu a bola sair pela linha de fundo. Aos 45’/1º, Lugano aproveitou cruzamento da direita e cabeceou para fora.

No começo da segunda etapa, o Rubro-Negro tentou incendiar novamente o Caldeirão. Antes do primeiro minuto, Carlos Alberto arriscou o chute, mas Renan defendeu bem. Pouco depois, Grafite acertou a trave, mas em posição irregular. Respondendo pelo São Paulo, aos 2’/2º Denilson bateu para o gol e Weverton defendeu. Em seguida, aos 4’/2º, Douglas Coutinho finalizou e Renan defendeu. Depois disso, só deu São Paulo. O time de Rogério Ceni se lançou ao ataque em busca do empate, mas esbarrou na ótima atuação da defesa atleticana. Aos 14’/2º, Cueva fez boa jogada pela direita, mas tentou finalizar "de cavadinha" e facilitou a defesa de Weverton. E o tricolor paulista seguiu pressionando, mas sem muita efetividade. A melhor chance atleticana de ampliar saiu aos 30’/2º, quando Jonathan arriscou de longe e viu a bola passar muito perto. Mas ficou mesmo no 1 a 0, vitória importante para o Atlético que, além de manter o tabu e a freguesia são paulina, deixou a zona do rebaixamento e o tricolor paulista para trás.

SENHOR WANDERSON: Além de dar mais consistência à defesa atleticana, o zagueiro Wanderson ajudou o Atlético marcando o gol da vitória sobre o freguês São Paulo. Seu Wanderson!

GRAFITE DURO: Mais uma vez, o atacante Grafite jogou muito mal e passou em branco, mesmo tendo boas chances de marcar. O jogador não consegue repetir no Atlético o bom desempenho que teve na temporada passada, quando defendeu o Santa Cruz.

O GOL DA VITÓRIA
1×0 – 3’/1º: Wanderson – Após cobrança de escanteio, Wanderson erra a cabeçada, mas consegue dominar a bola e completa de pé esquerdo para o fundo das redes.

PRÓXIMOS JOGOS: Vitória (casa / Brasileiro); Grêmio (fora / Copa do Brasil) e Sport (fora / Brasileiro).

%ficha=1257%



Últimas Notícias

Brasileiro

Libertadores, estamos chegando!

Na Arena da Baixada, o Athletico enfrentou o Botafogo pela última rodada do Campeonato Brasileiro de 2022. Dependendo somente das suas forças para garantir presença…