10 set 2017 - 14h51

"Aprendi a nunca baixar a cabeça", afirma Felipe Gedoz

O meia Felipe Gedoz, autor do gol de empate do Atlético no clássico Atletiba, na manhã deste domingo (10), na Arena da Baixada, pela 23ª rodada do Brasileiro, disse que nunca abaixou a cabeça após os problemas extracampo e seu afastamento dos gramados. Ele completou mais de um mês sem jogar, seu último jogo havia sido a vitória sobre o Vasco, no dia 31 de julho.

Felipe Gedoz também avaliou o jogo e viu o Furacão superior durante os 90 minutos. "Aprendi a nunca baixar a cabeça. No futebol, acontece muito essas oscilações, mas sempre trabalhei duro para ajudar. Hoje entrei e pude ajudar. Tivemos um segundo tempo de domínio e, no pessoal, muito feliz por marcar um gol depois de quase um mês sem jogar", afirmou Gedoz na saída do gramado.

O camisa 10 não gostou do empate, pois, segundo ele, o time dominou toda a partida. Gedoz também afirmou que a trave foi a vilã do Atlético nesta manhã. "Um pouco triste por esse empate. Nossa equipe dominou praticamente os 90 minutos. Eles tiveram só a chance do gol. Tivemos quatro bolas na trave. Parecia que não queria entrar", lamentou.

Com o meia Guilherme suspenso pelo terceiro cartão amarelo, Gedoz deve ser o titular da meia cancha atleticana diante do Fluminense. O jogo está marcado para o próximo domingo (17), às 16h, na Arena da Baixada.



Últimas Notícias

Libertadores

Vamos, oh meu Furacão

Os pouco mais de 1.800 km que separam Curitiba de La Plata começaram a ser enfrentados por centenas de atleticanos desde o último fim de…