11 out 2017 - 23h08

Weverton: "A gente não está passando por um momento bom"

Debaixo de vaias da torcida para toda a equipe após mais um resultado adverso dentro de casa, o goleiro Weverton concedeu entrevista logo após o empate por 2 a 2 contra o Atlético-GO, nesta quarta (11), e avaliou a situação.

Questionado sobre a razão pela qual o Furacão não consegue os resultados em seus domínios, o camisa 12 preferiu valorizar o adversário e lamentar as chances perdidas pelo Rubro-Negro:

"Difícil jogar contra um time que só se defende, né? É complicado. O Atlético-GO vem complicando os adversários, vem ganhando jogos fora de casa com uma forma de jogar. Não dá pra dar espaços, não dá pra deixar eles gostarem do jogo. Infelizmente a gente teve mais oportunidade de ganhar o jogo e não ganhamos", disse.

Apesar do mau resultado, o goleiro atleticano afirmou que o time não pode perder o equilíbrio, já que ainda há tempo para correr atrás do prejuízo:

"Agora é ter a cabeça fria, ter a cabeça no lugar, tem muito jogo pela frente. A gente não pode é baixar a cabeça. Como sempre, na hora difícil a gente tem que se apoiar em quem realmente está do nosso lado, nossos familiares, as pessoas do Clube e seguir em frente, porque a vida é assim", ponderou.

Com relação às vaias, Weverton demonstrou serenidade ao reconhecer que o futebol é feito de momentos e que os apupos são reflexo do que o time tem apresentado em campo:

"Quantas e quantas vezes a gente já chegou aqui neste estádio e foi aplaudido, e foi elogiado, e recebemos tudo de bom. E hoje a gente está saindo vaiado, e está essa cobrança, e a vida é assim. O importante é ter equilíbrio, ter tranquilidade, porque o futebol é isso. O futebol é momento e a gente não está passando por um momento bom", resumiu.



Últimas Notícias

Hugo Moura comemora golaço marcado na Arena

Brasileiro

Volte sempre, meu vice.

Na Arena da Baixada, Athletico 4 x 2 RB Bragantino. O Athletico entrou em campo com um time bastante modificado, poupando jogadores para o confronto…