24 out 2017 - 11h54

Atlético e Governo fecham parceria por biometria

O governador Beto Richa assinou nesta segunda-feira (23), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, contrato da Celepar com o Clube Atlético Paranaense para prestação de serviço de biometria no Estádio Joaquim Américo (Arena da Baixada). O sistema é pioneiro e amplia a segurança nos jogos e em grandes eventos realizados no estádio.

A ferramenta é mais ampla do que a simples identificação de sócios. O serviço disponibilizado pela Celepar é uma plataforma que, sem descuidar da privacidade dos cidadãos, interliga as catracas do estádio – ou outros locais de eventos e shows – aos bancos de dados do Detran e do Instituto de Identificação do Paraná. “Mais uma vez o Paraná dá exemplo ao Brasil”, disse o governador.

O serviço prestado pela Celepar é fruto do projeto Biometria nos Estádios e Grandes Eventos. A iniciativa envolve, por convênio, o Tribunal de Justiça do Paraná, Secretaria de Estado da Segurança Pública, Instituto de Identificação do Paraná, Detran e a própria companhia.

Com o sistema é possível, por exemplo, obter informações referentes a mandados de prisão em aberto ou proibições de frequentar determinados lugares. O tempo médio de autenticação aferido é dois décimos de segundos.

Todo o torcedor que não possua CNH e RG emitidos no Paraná necessitará fazer o cadastro biométrico antes de adquirir o ingresso. A regra vale para a torcida do Atlético e da equipe visitante.

PIONEIRO – O Atlético foi pioneiro em utilizar a base hospedada na Celepar para controle do acesso do público ao estádio Joaquim Américo. O sistema começou a ser utilizado em julho de 2016.

Para o presidente do Conselho Administrativo do Clube Atlético Paranaense, Luiz Sallim Emed, essa parceira com o Governo do Paraná vem atender os anseios da sociedade. “As pessoas querem um ambiente de mais harmonia e alegria nos estádios, mas com segurança. Essa iniciativa é uma verdadeira demonstração da celeridade nos processos e parcerias com o setor público”, disse.

O presidente da Celepar, Jacson Leite, diz que essa interação com o clube Atlético Paranaense é uma evolução para melhorar a vida do cidadão. Ele disse que já foi sinalizado o interesse de outros clubes em realizar uma parceria para implantar o serviço biométrico, inclusive de outros estados.

VIOLÊNCIA – Uma das idealizadoras da iniciativa, a vice-presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, desembargadora Lídia Maejima, explicou que a iniciativa nasceu da preocupação com a violência nos estádios. “Com essas providências teremos condições de fazer com que as famílias possam voltar a frequentar esses eventos, já que toda a pessoa com antecedente criminal, ou medida restritiva, terá ressalvas para participar de jogos nos estádios”.

“O cadastro pode ser feito no dia do jogo, mas para agilizar o processo e evitar filas no estádio, é recomendável que seja feito antecipadamente”, afirma o diretor de Operações do Atlético, Fernando Volpato.

GOVERNO DIGITAL – Os bancos de dados da Celepar têm cerca de 8 milhões e 600 mil cadastros biométricos para melhorar a qualidade da segurança e os serviços do Detran no Paraná. Além disso, atualmente possui 16 apps desenhados para tablets e smartphones que facilitam a vida das pessoas e desburocratizam os serviços públicos estaduais.

“Estamos buscando mais transparência, otimização dos serviços e racionalização dos recursos, na medida que usamos a tecnologia da informação em todas as áreas do governo”, destacou o governador.

PRESENÇAS – Participaram da solenidade o secretário de Segurança Pública, Wagner Mesquita; o diretor-geral do Detran, Marcos Traad; o diretor do Atlético Mauro Holzmann (Comercial e Relações Institucionais); o vice-diretor do Instituto de Identificação do Paraná, Maurício Jorge Lopes; procurador de Justiça, Ciro expedito Scheraiber; e o vereador Zezinho Sabiá.



Últimas Notícias

Opinião

Passo a passo

O mundo anda acelerado demais. Era um processo que já vínhamos passando mas parece que se acelerou no período pós pandemia, pois todo mundo parece…

Brasileiro

Empate com gosto amargo

Na última partida do domingo (18), Athletico e Cuiabá se enfrentaram pela 27ª rodada do Brasileirão no Joaquim Américo diante de pouco mais de 17…